CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Em convenção, Alckmin é eleito presidente do PSDB e partido polariza com Lula em 2018
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Goiânia e Centro-Oeste
  Goiânia e Centro-Oeste
 
Prefeito DE CRISTALINA abre estrada na BR-040 para motoristas não pagarem pedágio
Data Publicação:25/03/2017
O prefeito de Cristalina manda desobstruir estrada paralela à BR-040 para que moradores do município não tenham que desembolsar R$ 4,80 toda que vez que passam pelo local. População era isenta da taxa, mas a liminar que garantia o direito foi derrubada A praça de pedágio de Cristalina, instalada na BR-040, provocou um impasse entre a prefeitura do município e a concessionária responsável por administrar a rodovia. Na última semana, a administração municipal desobstruiu uma estrada, de terra batida, paralela ao ponto de coleta. A justificativa seria a reclamação dos moradores que estão pagando a taxa de R$ 4,80 para transitar no local. Por sua vez, os responsáveis pelo posto querem a interrupção do desvio. De acordo com o prefeito de Cristalina, Daniel Sabino (PSB), a iniciativa responde a um apelo da população local, que se sente penalizada com o pagamento da tarifa. “Há pessoas que passam mais de cinco vezes por dia no local. Os moradores estão sendo prejudicados e precisamos tomar alguma atitude. Fiz o que pude e entrei com a ação de reabrir a estrada”, afirma. Sabino ainda ressalta que tentou realizar um acordo com a concessionária, no entanto, ele foi negado. Até o momento, o prefeito afirma que não recebeu nenhuma notificação judicial por ter reaberto o desvio. “Vamos entrar com um pedido na Justiça para retirar a taxa daquele local. Não é uma briga da prefeitura, mas, sim, uma questão de direito dos moradores da região”, afirma. Sabino ressalta que o Plano Diretor do município prevê a obra, por estar a 10 quilômetros do centro da cidade. Via 040, concessionária responsável pela praça de pedágio, afirmou, por meio de nota, que as cobranças do pedágio estão sendo feitas de acordo com os preceitos legais e regulatórios e o fechamento das vias está em absoluta consonância com o que determina o Programa de Exploração da Rodovia (PER). A empresa ressaltou que entre as obrigações contratuais está o fechamento de acessos irregulares na faixa de domínio da rodovia. Está previsto que os responsáveis podem interferir em rotas de até 80 metros de distância, 40 metros para cada lado da rodovia, partindo do eixo central. Isso inclui a estrada de terra que está sendo utilizada pelos moradores. O impacto da cobrança do pedágio afeta tanto os moradores quanto os produtores rurais da região. Segundo o gestor de processos da Cooperativa Agrícola Serra dos Cristais (Coacris), Uwe Winking, a reclamação é grande por parte dos transportadores. “Com certeza, estamos sendo prejudicados. Esse tipo de pedágio começa a afetar até mesmo o preço do transporte”, aponta. Ele também reclama da localização do posto instalado pela concessionária. “O serviço deveria ser realizado em pontos mais afastados da cidade — o que não ocorre por aqui”, lamenta. De acordo com Winking, a estrada paralela à praça não pode ser usada pelos transportadores. “Os caminhões levam carregamentos pesados e não podem se arriscar a atravessar uma estrada que não seja a BR. Essa medida realizada pela prefeitura se torna ineficiente aos outros veículos”, relata. O gestor também ressalta que os preços do frete sofreram alterações desde que a medida teve início. Memória O pedágio começou a ser cobrado na BR-040 em julho de 2015. A medida causa polêmica desde então. Várias manifestações por parte dos moradores ocorreram no local. Por decisão da Justiça, no ano em que se iniciou a cobrança, em agosto, a tarifa deixou de ser obrigatória para veículos com a placa do município. No entanto, a liminar foi suspensa em março de 2016 e o pedágio voltou a valer para todos. Em julho do ano passado, a tarifa sofreu um aumento. O valor do pedágio para automóveis, caminhões e furgões passou de R$ 4,60 para R$ 4,80 — preço atual. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) definiu a Via 040 como responsável pela concessão das praças de pedágio da BR-040 durante leilão realizado em 2013.


Fonte:CB



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Prefeito DE CRISTALINA abre estrada na BR-040 para motoristas não pagarem pedágio
- Goias: Atentado em Itumbiara mata Zé Gomes e fere vice-governador
- Mesmo no azul, Saneago penaliza consumidores com novo aumento
- Justiça derruba aposentadoria de Valéria Perillo
- Depósito é interditado após fiscais encontrarem 3 mil litros de leite podre
- Goiânia:A NOVA TARIFA DE TRANSPORTE COLETIVO DA GRANDE GOIÂNIA
- Familiares de menor morto por cães quando tentava pegar pipa em lote de Aparecida, em 2007, tem pedido de indenização negado
- TJGO:Conciliação e diálogo: vias de acesso à solução de conflitos no trânsito
- Goiás TJGO vai colaborar com Estado para reverter R$ 22 bilhões em créditos fiscais
- Premiadas pela ONU trocam experiências sobre volência de gênero
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.