CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 17 DE AGOSTO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
PMs ajudam adolescente durante parto dentro de banheiro em casa de Aparecida de Goiânia
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Ciência & Saúde
  Ciência & Saúde
 
Chile comercializa seu primeiro remédio à base de maconha
Data Publicação:28/03/2018
O Cannabiol, o primeiro fitofármaco elaborado no Chile à base de maconha para o tratamento de dores crônicas causadas por doenças oncológicas e neurológicas, começou a ser comercializado nesta terça-feira em uma farmácia municipal do norte de Santiago.

Em um ato simbólico na comuna de Quilicura foram entregues gratuitamente unidades de Cannabiol a três pacientes com dores crônicas, os primeiros a receber este produto elaborado por Knop, um laboratório chileno dedicado à medicina homeopática e fitoterápica.

O medicamento é o primeiro a base de maconha a ser elaborado no Chile e sua comercialização foi precedida apenas por fitofármacos estrangeiros. Em 2016, passou a ser permitida a venda regular do Sativex, um fármaco também elaborado com Cannabis.

O Cannabiol foi produzido graças a um projeto da Fundação Daya - que defende o uso medicinal e recreativo da maconha - e 15 municípios chilenos que conseguiram uma autorização especial do Instituto de Saúde Pública (ISP).

Ao menos 2.500 pacientes dos municípios participantes do projeto poderão ter acesso a este fitofármaco, enquanto outras 200 pessoas se inscreveram para adquiri-lo após obterem uma autorização do ISP.

O medicamento deve ser receitado por um médico.

Seu preço chega a 75 dólares e poderá ser adquirido em farmácias. O ISP autorizou a venda de 3.600 unidades deste produto de solução oleosa, consumido em gotas e cujo frasco tem 30 ml.

A maconha utilizada foi obtida de 6.400 pés da plantação "Tierra Santa", na localidade de Quinamávida (350 km ao sul de Santiago), propriedade da fundação Daya.

No Chile, embora o consumo privado seja permitido, a venda de maconha é penalizada. O Congresso chileno debate um projeto de lei que regule o uso e cultivo pessoal de maconha.



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Por que pular corda une diversão e vida saudável
- Pessoas inteligentes têm menos amigos, revela nova pesquisa; entenda por quê
- Expectativa de vida humana máxima pode não ter sido atingida ainda
- Segundo estudo, pessoas que tomam café e cerveja possuem mais chance de viver até os 90 anos
- Anvisa suspende três medicamentos por irregularidades
- Vacinação contra a gripe começa em todo o país nesta segunda-feira
- Médicos encontram novo órgão no corpo humano por acidente
- Chile comercializa seu primeiro remédio à base de maconha
- Conheça as curiosidades envolvendo o Viagra
- Sistema supera médicos humanos ao diagnosticar doenças
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.