CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUINTA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Homem decide comprar ônibus para resgatar animais de furacões nos EUA
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Ciência & Saúde
  Ciência & Saúde
 
Desmistificando a Hipnose Clínica
Data Publicação:23/01/2012

Ter problemas é um bem comum à sociedade. Porém, até o mais corajoso dos indivíduos já experimentou a vontade de se abster de tudo e só por um momento esquecer o que lhe aflige.  A boa notícia é que eles conseguiram isso dispondo de um simples recurso, ainda, cercado de tabus: a hipnose. E antes que a imaginação comece a fluir, NÃO, eles não utilizaram palco ou coisa do tipo. Como eles conseguiram então? Simples: pense naquela vez em que diante de uma música se pegou inconsciente daquilo que estava fazendo. Ou quando envolvido com o programa de TV nem sequer viu quem entrou na sala. O fato é que a hipnose ultrapassou os mitos e além de nos auxiliar na fuga de nossos males, está ajudando a medicina em diversos tratamentos.

 

A Hipnose clinica ou hipnoterapia, como é conhecida, é uma pratica milenar, e segundo análise publicada na revista American Health Magazine, a recuperação acontece em 93% dos casos, num período de um mês e meio. Enquanto a psicanálise resolve 38% dos casos em cerca de 11 anos e a terapia comportamental 72%, em aproximadamente seis meses. Na medicina ela irá auxiliar os tratamentos de psiquiatria, anestesia e cirurgia, doenças psicossomáticas, ginecologia e obstetrícia, controle de sangramento, tratamento de queimaduras, dermatologia, pediatria (enurese noturna, pesadelos, timidez e inadaptação), controle da dor, controle de vícios. Já na psicologia seu uso abrange males mais comuns, como: tabagismo, emagrecimento, fobias, depressão, ansiedade, problemas sexuais, alcoolismo, problemas de fala, terapia de regressão de idade, dores crônicas, auto-estima e fortalecimento do ego e melhoras na concentração ou memória.

Mas embora já aceita e muito utilizada, mitos ainda cercam essa prática. Um forte exemplo é o pensamento popular de que estar hipnotizado significa estar inconsciente. Na verdade, o transe hipnótico é caracterizado por uma dissociação consciente/inconsciente, onde a consciência está presente para participar no processo de cura. Quando a pessoa está hipnotizada ela não perde a sua capacidade de raciocinar. Pelo contrário. Ela consegue resolver problemas complexos, fazer improvisos e ainda manter uma capacidade crítica sobre o que lhe está sendo sugerido”, conta a psicóloga Miriam Farias, que faz questão de tranqüilizar seus pacientes:Não há nada a temer, porque a hipnose é um processo completamente seguro quando é usada profissionalmente. O relaxamento que você vai experimentar será agradável e regenerador”.A consulta com hipnoterapia pode ser realizada com psicólogos que tenham especialização em hipnose clínica, as consultas duram em média de 45 a 50min e, geralmente é uma vez por semana.

 

Serviços:

Miriam Pontes de Farias é Pós Graduada em Hipnose Clínica e Acupuntura, atuando como: Hipnóloga, psicóloga, professora, conferencista internacional, palestrante e coordenadora de grupos. Há mais de uma década, a Dra  Miriam presta atendimentos individuais e em grupo

 

 http://www.miriamhipnose.com/

 





Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- 26 planos de saúde de 11 operadoras são suspensos no país; saiba quais são
- Brasileiros podem ser atendidos de graça em hospitais de três países; confira
- Por que pular corda une diversão e vida saudável
- Pessoas inteligentes têm menos amigos, revela nova pesquisa; entenda por quê
- Expectativa de vida humana máxima pode não ter sido atingida ainda
- Segundo estudo, pessoas que tomam café e cerveja possuem mais chance de viver até os 90 anos
- Anvisa suspende três medicamentos por irregularidades
- Vacinação contra a gripe começa em todo o país nesta segunda-feira
- Médicos encontram novo órgão no corpo humano por acidente
- Chile comercializa seu primeiro remédio à base de maconha
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.