CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Dodge recorre de decisão que tirou o sigilo da delação de marqueteiro
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Ciência & Saúde
  Ciência & Saúde
 
NASA encontra nave espacial “perdida” orbitando a lua após oito anos de desaparecimento
Data Publicação:25/03/2017
A NASA encontrou uma espaçonave “perdida” orbitando a nossa lua através de uma técnica avançada de radar que pode ajudar em nossas futuras missões com destino à lua.

A NASA conseguiu encontrar a nave espacial Chandrayaan-1, um objeto cúbico com lados de cerca de um metro e meio, descrito como tendo metade do tamanho de um carro smart.

O último contato com a espaçonave foi em agosto de 2009.

Os telescópios ópticos não conseguem encontrar objetos tão pequenos escondidos pelo brilho da lua.

“Conseguimos detectar o Lunar Reconnaissance Orbiter [LRO] da NASA, a nave espacial Chandrayaan-1 da Organização Indiana de Pesquisa Espacial, orbitando a lua com um radar terrestre”, disse Marina Brozovic, cientista de radares do JPL e principal pesquisadora no projeto de teste.

“Encontrar o LRO foi relativamente fácil, como estávamos trabalhando com navegadores da missão e tínhamos dados precisos sobre o ponto da órbita no qual ele estava localizado. Encontrar o Chandrayaan-1 da Índia demandou certo trabalho investigativo porque o último contato com a nave espacial foi em agosto de 2009”.

Encontrar uma nave espacial abandonada em distância lunar e que não é rastreada há anos é complicado, porque a lua está repleta de regiões gravitacionais maiores do que a média, o que pode afetar drasticamente a órbita de uma nave espacial ao longo do tempo, podendo causar até mesmo uma colisão com a lua.

Cálculos orbitais do JPL indicaram que a Chandrayaan-1 ainda está circulando a superfície lunar a cerca de 200 quilômetros, mas ainda assim ela foi considerada “perdida”.

“Precisávamos mudar a localização da Chandrayaan-1 em cerca de 180 graus, ou metade de um círculo, em relação às antigas estimativas orbitais que tínhamos em 2009”, disse Ryan Park, gerente do grupo Solar System Dynamics, que deu à equipe de radar as novas estimativas orbitais.

“De outra forma, a órbita da Chandrayaan-1 ainda teria a mesma forma e alinhamento que esperávamos”.


Fonte:yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Cientista russo revela o que ocorre conosco após a morte
- NASA apressa sua missão a um asteroide “tão valioso que poderia destruir a economia mundial”
- Óculos sujos podem dar cansaço e dor de cabeça.
- Corpo de indonésio é encontrado dentro de cobra
- NASA encontra nave espacial “perdida” orbitando a lua após oito anos de desaparecimento
- Deixou seu celular cair na água? Não seque-o com arroz, experimente isso!
- NESTLÉ MUDA CEO PARA IMPULSIONAR ALIMENTOS SAUDÁVEIS
- Moedas do Império romano são descobertas em ilha do Japão
- Pessoas estão alarmadas com um asteroide
- Cirurgião diz que técnica de transplante de cabeça foi bem sucedida em um cão
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.