CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
TCU vê indícios de lavagem de dinheiro em financiamento do BB para Val Marchiori
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Ciência & Saúde
  Ciência & Saúde
 
Poder aquisitivo leva Brasil a liderar ranking
Data Publicação:06/08/2014

Publicação da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética desta semana aponta o Brasil como o país que mais fez cirurgias plásticas estéticas em 2013. Ao todo, foram mais de 11,5 milhões de procedimentos em todo o mundo. O Brasil foi responsável por 12,9%, cerca de 1,49 milhão. Em seguida, aparecem os Estados Unidos (12,5%), o México (4,2%), a Alemanha (3%) e a Colômbia (2,5%).

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, João de Moraes Prado Neto, um dos fatores que contribuíram para o Brasil ultrapassar os Estados Unidos no ranking foi a alta do poder aquisitivo de parte da população brasileira. Outro fator é o aumento do número de cirurgiões plásticos no país, o que levou a reduzir o preço dos procedimentos, tornando-os mais acessíveis.

A qualidade das cirurgias e o culto à beleza levaram o brasileiro a procurar a cirurgia estética.

Quando são considerados os procedimentos não cirúrgicos, como aplicação de botox e de preenchimento, os Estados Unidos continuam em primeiro lugar. O mais procurado é o botox.

Em todo o mundo, pouco mais de 87% dos procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos foram feitos em mulheres, de um total de mais de 20 milhões. Os mais procurados por elas são o aumento das mamas, a lipoaspiração, a cirurgia de pálpebra, a lipoescultura e o lifting de mama. Já entre os homens, a procura é maior pela cirurgia de nariz, a ginecomastia (redução das mamas), a cirurgia de pálpebra, a lipoaspiração e a cirurgia de orelhas.

Prado Neto alerta que quem quiser fazer uma cirurgia plástica deve consultar um especialista. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica disponibiliza uma lista com nomes de profissionais habilitados. “Se o nome não estiver lá, não é cirurgião plástico”, disse.

“A pós-graduação para cirurgia plástica dura cinco anos. São 15.500 horas de atividades. Enquanto isso, alguns médicos fazem cursos de 400 horas e se dizem especialistas, não são. Podem produzir desastres, tragédias”, destacou.




Fonte:ag brasil



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- 26 planos de saúde de 11 operadoras são suspensos no país; saiba quais são
- Brasileiros podem ser atendidos de graça em hospitais de três países; confira
- Por que pular corda une diversão e vida saudável
- Pessoas inteligentes têm menos amigos, revela nova pesquisa; entenda por quê
- Expectativa de vida humana máxima pode não ter sido atingida ainda
- Segundo estudo, pessoas que tomam café e cerveja possuem mais chance de viver até os 90 anos
- Anvisa suspende três medicamentos por irregularidades
- Vacinação contra a gripe começa em todo o país nesta segunda-feira
- Médicos encontram novo órgão no corpo humano por acidente
- Chile comercializa seu primeiro remédio à base de maconha
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.