CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUARTA-FEIRA, 19 DE DEZEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Câmera encontra barata em receita de Ana Maria Braga no Mais Você
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Ciência & Saúde
  Ciência & Saúde
 
Anvisa vai estudar medidas para estimular uso racional de medicamentos
Data Publicação:21/01/2013

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou na última quarta-feira um edital de chamamento para que instituições interessadas integrem uma força de trabalho para a determinação de medidas que estimulem o uso racional de medicamentos. As informações são da Agência Brasil.

Para a Anvisa, a venda de medicamentos tarja vermelha, que teoricamente precisam de prescrição médica, mas que na prática são vendidos sem apresentação de receita, é um problema grave de saúde pública. Por isso o foco do grupo deve ser a exigência da receita pelas farmácias na hora da compra, o que evitaria a automedicação.

Esses remédios correspondem a 65% do mercado de medicamentos e, para a maioria deles, a legislação sanitária exige apenas a apresentação da receita médica no ato da compra. As farmácias não são obrigadas a reter as receitas e, na prática, não costumam exigir a apresentação delas.

Instituições públicas e privadas, de caráter nacional, relacionadas à pesquisa, produção, distribuição, venda, dispensação e prescrição de medicamentos, e também segmentos relacionados a vigilância sanitária, defesa do consumidor e controle social do Sistema Único de Saúde poderão integrar o grupo. Além destes, órgãos públicos responsáveis por políticas públicas relacionadas à saúde também poderão participar.

A criação do grupo foi definida em audiência pública feita em setembro de 2012 que discutiu a necessidade de apresentação de receita médica para compra de medicamentos de tarja vermelha. A proposta da Anvisa é implementar medidas de fiscalização e educação para alertar sobre os riscos da automedicação e estimular o consumo racional de medicamentos no país.

As inscrições vão até o dia 15 de fevereiro e devem ser feitas por formulário específico.




Fonte:Folhapress



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Vivianne Araújo faz procedimento estético que assusta internautas!
- Pesquisadores criam IA capaz de burlar sistemas de impressão digital
- Alimentos que são amigos dos dentes
- Palestra gratuita no RJ sobre Barras de Access ensina a trabalhar os 32 pontos energéticos e superar limitações
- 26 planos de saúde de 11 operadoras são suspensos no país; saiba quais são
- Brasileiros podem ser atendidos de graça em hospitais de três países; confira
- Por que pular corda une diversão e vida saudável
- Pessoas inteligentes têm menos amigos, revela nova pesquisa; entenda por quê
- Expectativa de vida humana máxima pode não ter sido atingida ainda
- Segundo estudo, pessoas que tomam café e cerveja possuem mais chance de viver até os 90 anos
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.