CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 20 DE NOVEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Dodge recorre de decisão que tirou o sigilo da delação de marqueteiro
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Saúde
  Saúde
 
Nosso país, tem 411 mortes relacionadas à gripe H1N1
Data Publicação:10/05/2016
O Brasil já registra 444 mortes por complicações de gripe, das quais 411 estão relacionadas ao vírus da gripe A H1N1, que tem circulação predominante neste ano. Os dados são de boletim atualizado do Ministério da Saúde, que abrange informações enviadas pelos Estados e municípios até 30 de abril. Entre os Estados, São Paulo concentra cerca de metade dos registros, com 202 mortes. Em seguida, estão Rio Grande do Sul (31), Goiás (22), Santa Catarina (21), Paraná (16), Minas Gerais (13), Pará (13), Bahia (13) e Espírito Santo (11). Outros dez Estados apresentam menos de dez casos cada. Balanço aponta ainda 2.467 casos de síndrome respiratória aguda grave por gripe, que ocorre quando há sinais de agravamento dos sintomas, como falta de ar. Deste total, 2.085 são por H1N1. Os casos são contabilizados após a internação de pacientes na rede de saúde. Boletim anterior do Ministério da Saúde, com dados até 23 de abril, apontava 290 mortes relacionadas ao H1N1 e 1.571 casos graves. Apesar de um avanço nos registros, a avaliação da equipe técnica da pasta é que o crescimento segue a tendência de anos anteriores marcados por uma maior circulação de vírus da gripe, como 2013 - quando também houve forte epidemia especialmente no Sul e Sudeste do país. Naquele ano, foram 955 mortes por gripe, sendo 768 confirmadas para o vírus H1N1. VACINAÇÃO A expectativa do governo é que o número de casos diminua com o avanço da campanha nacional de vacinação contra a gripe. Neste ano, a campanha foi iniciada em 30 de abril e segue até 20 de maio. Alguns Estados, no entanto, anteciparam a aplicação das vacinas mais cedo para parte do público-alvo. A medida ocorreu devido à preocupação com um aumento de casos de gripe fora do período esperado. Podem receber a vacina na rede pública idosos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores de saúde, gestantes, mulheres que deram à luz há até 45 dias, povos indígenas, presos, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas. A escolha destes grupos, considerados de maior risco de complicações da gripe, segue orientação da OMS (Organização Mundial de Saúde). A meta da campanha nacional é vacinar até 80% do público-alvo, composto por 49,8 milhões de pessoas. Além do H1N1, a vacina também protege contra outros dois tipos de vírus da gripe: H3N2 e gripe B.



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Ministério da Saúde anuncia ampliação de vacinas
- Instituto Hahnemann abre inscrições para homeopatia
- Pesquisa diz que tomar aspirina a cada três dias reduz risco de infarto.
- Estudo mostra que pílula do câncer tem efeito reduzido
- Palestra gratuita revela os benefícios da Yoga
- Nosso país, tem 411 mortes relacionadas à gripe H1N1
- Casos de H1N1 no Brasil sobem para 1.012, com 153 mortes no ano
- Aumento de casos de microcefalia gera preocupação em Pernambuco
- Zika: Estados Unidos alertam gestantes a evitarem viagem ao Brasil
- Encontro de Governadores em Brasília querrem cobrar de planos de saúde por uso da rede pública
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.