CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Lula recebe visita de parentes, mas Nobel e teólogo são barrados
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Economia
  Economia
 
Inflação fica em 0,09% em março, a menor taxa para o mês desde 1994
Data Publicação:10/04/2018
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, foi de 0,09% em março. A taxa é menor que as observadas em fevereiro (0,32%) e em março de 2017 (0,25%). Esse é o menor percentual para meses de março desde a implantação do Plano Real, em 1994.

O IPCA acumula inflação de 0,70% no ano e de 2,68% em 12 meses. Os dados foram divulgados hoje (10), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os principais responsáveis pelo recuo da taxa de fevereiro para março foram os transportes, com deflação (queda de preços) de 0,25%, e a comunicação (deflação de 0,33%).

Os gastos com saúde e cuidados pessoais evitaram uma queda maior do IPCA, já que esse o grupo de despesas registrou inflação de 0,48% no mês.

Outros grupos com inflação foram habitação (0,19%), vestuário (0,33%), alimentação e bebidas (0,07%), educação (0,28%), despesas pessoais (0,05%) e artigos de residência (0,08%).


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Mega-sena pode pagar R$ 19 milhões neste sábado
- Sindicato estima em mais de 500 as demissões na GM de São José dos Campos
- Banco Itaú Unibanco espera queda de 2,2% do PIB em 2015
- Projeção do mercado financeiro para inflação sobe para 9,12%
- Inflação oficial no 1º semestre deste ano é a mais alta segundo IBGE
- Varejo tem queda no volume de vendas pela terceira vez seguida, diz IBGE
- Conab estima crescimento de 5,6% na produção de grãos
- Economistas mantêm projeção de Selic a 14% em 2015
- Juro sobe para 13,75% ano ano, maior nível desde 2006
- Governo recua e BNDES financiará até 70% de concessões
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.