CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Bumblebee
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Esportes
  Esportes
 
Klinsmann faz piada e diz que só volta aos EUA depois da final
Data Publicação:16/06/2014

O técnico dos Estados Unidos, Jurgen Klinsmann, esbanjou simpatia na entrevista coletiva deste domingo (15), antes de a seleção comandada por ele fazer o treino de reconhecimento da Arena das Dunas, em Natal. O ex-atacante alemão distribuiu sorrisos, fez brincadeiras e até tentou entender uma pergunta em português, sem auxílio do tradutor.

No fim da pergunta, porém, ele sorriu e disse que não tinha compreendido tudo. "Quase consegui, mas depois me perdi. Onde está o "homem do inglês"", brincou o técnico que fala espanhol e conhece algumas palavras em português. O repórter brasileiro então refez a pergunta e Klinsmann usou os fones para ouvir a tradução. Sobre a expectativa dos Estados Unidos nesta Copa, o treinador se mostrou otimista, mesmo estando em um grupo com Alemanha, Portugal e Gana -esta adversária desta segunda-feira (16), às 19h.

"As expectativas são muito altas. O futebol está crescendo nos Estados Unidos, nós estamos crescendo, as ligas estão crescendo no país, é como uma locomotiva. Queremos ir longe. Meu voo de volta é apenas depois de final", afirmou. Nas últimas duas Copas do Mundo os Estados Unidos acabaram eliminados após derrotas para Gana. Em 2010, a derrota americana aconteceu nas oitavas de final, 2 a 1 com gol de Gana na prorrogação. Em 2006, Gana venceu os Estados Unidos no último jogo da fase de grupos e os americanos não passaram de fase. "Não é uma revanche", afirmou Klinsmann. "Nós começamos [a Copa] do zero e estamos muito confiantes".




Fonte:folhapress



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Diretor do Corinthians analisa dívida da Arena: Na pior das hipóteses, R$ 650 milhões
- Tite não gostaria de encontro com Bolsonaro
- Adoração e crítica a Bolsonaro convivem em frente ao estádio do Palmeiras
- Flamengo sofre virada do Atlético-PR e termina o ano sob vaias da torcida
- Conmebol multa River Plate e confirma final da Libertadores para Madri
- Felipão recebeu oferta de cinco anos para treinar Colômbia
- Dirigente do Sport chama Jardine de estagiário: “Nem sei o nome”
- Palmeiras vence Vasco e conquista décimo título nacional
- Nudez de Ezequiel Garay e mulher em foto bomba nas redes sociais
- São Paulo e Grêmio vencem e se garantem na Libertadores
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.