CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Jovens são presos suspeitos de participar de explosão de agência bancária no Setor Bueno, em Goiânia
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / São Paulo
  São Paulo
 
Comércio tem até hoje, dia 9 de julho para adequar as placas de atendimento prioritário
Data Publicação:09/07/2018
Os estabelecimentos comerciais do Estado de São Paulo precisam ficar atentos a duas novas normas obrigatórias. No dia 9 de julho passa a valer a lei n.º 16.756/18 que obriga a aplicação do símbolo mundial da conscientização sobre o transtorno do espectro autista (TEA), a “fita quebra-cabeça”, nas placas de atendimento prioritário nos estabelecimentos. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) entende que é importante conceder um prazo maior para a adaptação dos comerciantes. A Entidade propôs a regulamentação da lei na Assembleia Legislativa de São Paulo visando à prorrogação do prazo e espera uma medida do Estado nesse sentido. O estabelecimento que não cumprir com a norma imposta estará sujeito à advertência por escrito na primeira autuação e, depois, multa de 50 unidades fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps), aproximadamente R$1.285. No último dia 11 de junho entrou em vigor a lei n.º 16.762/18 que solicita a fixação de placas proibindo também os atos de discriminação racial. É obrigatória a fixação do aviso em ambientes de uso coletivo, públicos ou privados, em pontos de ampla visibilidade – tais como ambientes de trabalho e estudo, áreas comuns de condomínios, teatros, cinemas, bares, restaurantes, supermercados, farmácias, lojas, entre outros. O descumprimento da legislação pode gerar penalidade de até 100 Ufesps às empresas, que corresponde ao valor aproximado de R$ 2,57 mil. A FecomercioSP lembra, ainda, que além das duas leis mencionadas acima, os estabelecimentos comerciais de todo o Estado de São Paulo são obrigados, por lei, a expor mais 15 placas e cartazes com avisos indicativos para o seu devido funcionamento, conforme listados abaixo. 1) Alvará de funcionamento 2) Disponibilizar uma via do Código de Defesa do Consumidor para consulta 3) Cartaz sobre emissão de nota fiscal 4) Placa – Disque Procon 151 5) Ofertas e formas de afixação de preços – produtos fracionados em pequenas quantidades 6) Placa – desconto pela antecipação de pagamento de dívidas (Lei Estadual de SP n.º 14.180/2010) 7) Diferença de preços – Portaria n.º, 4 da Sunab 8) Enquadramento no Simples – micro e pequena empresa (Lei nº 9.317/96 e Lei Complementar n.º 123/2006) 9) Placa – “O ambiente está sendo filmado” (Lei n.º 13.541/2003) 10) Cartaz – males causados pelo alcoolismo (Lei Estadual n.º 10.501/2000) 11) Placa – atendimento preferencial de gestantes, mães com crianças de colo, idosos e pessoas com deficiência (Lei Municipal n.º 11.248/1992) 12) Placa – uso de capacete em estabelecimentos comerciais (Lei Estadual n.º 14.955/2013) 13) Placa – “É proibido fumar” (Lei Estadual de SP n.º 13.541/2009 e Lei Municipal de SP n.º 9.120/1980) 14) Divulgação de mensagens relativas a exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes (Lei Federal n.º 11.577/2007) 15) Aviso – “Vedação a qualquer forma de discriminação” (Lei Estadual n.º 14.363, de 15 de março de 2011)


Fonte:Portal Newtrade



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Governo vai levar projeto Passaporte Verde a outros municípios brasileiros
- Mocidade Alegre vence o carnaval de São Paulo
- Celulares de São Paulo terão mais um digito a partir de julho
- Empresas sócias de obras do PAC e da Copa têm direito a benefícios
- SP usa dor e sofrimento para acabar com cracolândia
- Novas tarifas de pedágios entre SP e PR começam a valer nos próximos dias
- Taxa de desemprego cai na Grande São Paulo pelo terceiro mês seguido
- Mutirão carcerário tira 2,3 mil pessoas das cadeias de São Paulo
- NGK doa cestas de Natal a crianças na região do Alto Tietê
- Agência francesa assina acordo para financiar linha de trem de Cumbica a SP
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.