CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
Espetáculo Querubim fica em cartaz até 07/07 no RJ
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / São Paulo
  São Paulo
 
PCC planeja matar deputado e secretário, diz Gaeco
Data Publicação:16/12/2018
O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) descobriu que o PCC tem planos de atentados contra cinco autoridades em São Paulo.

De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, os alvos são Lourival Gomes, secretário da Administração Penitenciária desde 2009, o deputado estadual Coronel Telhada (PP), o ex-secretário de Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto, o promotor Lincoln Gakiya e o coordenador dos presídios na região oeste do Estado, Roberto Medina.

As ameaças contra Lourival e Telhada eram desconhecidas até então e foram relatadas na última sexta-feira (14) por promotores de Justiça ao procurador-geral de Justiça Gianpaolo Smanio.

“Considerando a gravidade, levamos estes fatos ao conhecimento de vossa excelência, com a sugestão de que as autoridades nominadas sejam comunicadas”, escreveram os promotores.

A ordem para matar autoridades seria uma represália à possível transferência de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, chefe da facção, para o sistema prisional federal. Atualmente, Marcola cumpre pena com parte da cúpula do PCC na Penitenciária de Presidente Venceslau, no interior paulista.

Ferreira Pinto, ex-secretário, foi o primeiro a ser colocado sob escolta da PM. Segundo o Estadão, o plano para matá-lo foi descoberto há quase um mês pela inteligência da PM e agora confirmado pelo Gaeco.

No último dia 8, a polícia prendeu duas mulheres que iriam visitar detentos que estão na mesma seção de Marcola. Com elas, foram encontradas mensagens codificadas. Decifrado, o texto relatava os preparativos da facção para matar Medina e Gakiya, especializado em investigar o PCC.

Em 2010, Telhada, que era comandante da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), tropa de elite da Polícia Militar de São Paulo, foi alvo de um atentado. Os bandidos dispararam 11 tiros contra ele, que conseguiu escapar.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Tentativa de assalto a carro-forte em hipermercado deixa um suspeito morto em SP
- PCC planeja matar deputado e secretário, diz Gaeco
- Atirador já criticou Igreja, fez sucesso entre mulheres e enfrentou depressão
- Armas de brinquedo fazem sucesso no comércio de SP às vésperas do Natal
- Avião de pequeno porte cai na zona norte de São Paulo
- Justiça mantém anulação e determina novo júri sobre massacre do Carandiru
- Ambulante distribui água para passageiros de ônibus durante engarrafamento em SP
- Roberto Kikawa, que criou as carretas da saúde, é assassinado em São Paulo
- João Doria é eleito governador do Estado de São Paulo
- Novo laudo aponta que vídeo íntimo de João Doria é verdadeiro
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.