CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 22 DE JANEIRO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
IGH - GO divulga edital de novo Processo Seletivo com mais de 300 vagas disponíveis
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / São Paulo
  São Paulo
 
Cerca de 30% da população de São Paulo são obesos
Data Publicação:24/02/2013

Depois de avaliar 15 mil pessoas, profissionais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) e do Instituto do Coração (InCor) chegaram à conclusão de que 29% das pessoas que circulam pela cidade de São Paulo são obesos.

Iniciativa do Programa Meu Prato Saudável, dos 15 mil participantes que foram avaliados, 12,1 mil eram mulheres e 3,9 mil homens. A análise nutricional dessas pessoas mostrou que 19% tinham obesidade grau 1 (forma mais leve), 7,2%, obesidade grau 2 e 2,7%, obesidade grau 3 ou obesidade mórbida. Além disso, 37,4% dos participantes da pesquisa tinham sobrepeso, totalizando 66,4% de pessoas acima do peso ideal.

A avaliação foi feita durante o último trimestre em mutirões de promoção da saúde promovidos no último trimestre de 2012 em estações do metrô, no Parque Ibirapuera e no chamado Quadrilátero da Saúde, onde fica o complexo do HC-FMUSP. Segundo a análise, entre as mulheres, 35,8% estavam com sobrepeso e 30,1% eram obesas, totalizando 65,9% de pessoas do sexo feminino acima do peso considerado ideal. Entre os homens havia 44,2% com sobrepeso e 23,9% obesos.

Segundo a nutricionista do Programa Meu Prato Saudável, Mirian Furtado, o resultado indica que as pessoas estão mais sedentárias e se alimentando mal, fatores principais para gerar a obesidade. “Há as facilidades que as pessoas têm, que são o carro, a escada rolante, elevador. Os alimentos gordurosos, a falta de tempo para almoçar e os hábitos errados contribuem”. O sobrepeso ocorre quando o Índice de Massa Corpórea (IMC), relação entre peso e altura, vai de 25 até 29,9. A partir de 30 de IMC, a pessoa é considerada obesa.




Fonte:ag Brasil



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Tentativa de assalto a carro-forte em hipermercado deixa um suspeito morto em SP
- PCC planeja matar deputado e secretário, diz Gaeco
- Atirador já criticou Igreja, fez sucesso entre mulheres e enfrentou depressão
- Armas de brinquedo fazem sucesso no comércio de SP às vésperas do Natal
- Avião de pequeno porte cai na zona norte de São Paulo
- Justiça mantém anulação e determina novo júri sobre massacre do Carandiru
- Ambulante distribui água para passageiros de ônibus durante engarrafamento em SP
- Roberto Kikawa, que criou as carretas da saúde, é assassinado em São Paulo
- João Doria é eleito governador do Estado de São Paulo
- Novo laudo aponta que vídeo íntimo de João Doria é verdadeiro
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.