CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Na Suíça, pedreiros estudam por até 4 anos e ganham R$ 20 mil por mês
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Rio de Janeiro
  Rio de Janeiro
 
Polícia Civil prende ao menos três PMs em operação contra milicianos no Rio
Data Publicação:14/03/2018
A Polícia Civil prendeu sete pessoas numa operação no início da manhã desta quarta (14) para desarticular uma milícia em Mesquita, município da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

Pelo menos três presos eram policiais militares. Apontado como líder do grupo, o policial Marcio Lima, conhecido como Zebu, também foi preso.

Até as 8h, seis mandados de prisão foram cumpridos. Um outro integrante do grupo foi preso em flagrante.

A operação conta com o apoio do Ministério Público e da Corregedoria da Polícia Militar. Os policiais também fazem buscas no Batalhão da PM do município.

Segundo os investigadores, o grupo cobrava taxas de segurança aos moradores de um dos bairros de Mesquita e também explorava o comércio de água, cestas básicas, do sinal de televisão, além do transporte público.

Na investigação, um comerciante local disse que o grupo impôs o pagamento de R$ 1 mil de "taxa de segurança" para suas duas lojas permanecerem abertas.

Segundo relatos, os integrantes do grupo andavam com armas de grosso calibre pelo bairro.

O Exército não participou da operação. Desde que o governo federal autorizou o uso das Forças Armadas no Rio por meio de um decreto em julho do ano passado, as operações do Exército ignoram áreas dominadas por milícias.

Nesta terça (13), o novo chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Rivaldo Barbosa, tomou posse defendendo o combate à corrupção dentro da instituição. Barbosa foi nomeado pelo novo secretário de Segurança do Rio, o general Richard Nunes.

No mês passado, o presidente Michel Temer nomeou o general Walter Braga Netto como interventor federal no Estado até dezembro.



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Incêndio de grandes proporções atinge o Museu Nacional, no Rio
- Defensoria obtém soltura de dois jovens presos ilegalmente em casa no RJ
- Ex-marido de corretora morta no Rio tem a prisão decretada por suposta participação no crime
- Mulher de 54 anos morre após ter atendimento negado em hospital no Rio
- Ao lançar candidatura no RJ, Paes exagera sobre homicídios e investimentos
- TRE do Rio apreende bandeiras e panfletos em festival de artistas em apoio a Lula
- Estado do Rio vai pagar tratamento psiquiátrico para família de garoto morto na Maré
- Rio de Janeiro confirma seus dois primeiros casos de sarampo em 18 anos
- Motorista do Uber é preso por estuprar adolescente em São Gonçalo
- Nove mil policiais vão deixar UPPs e fortalecer batalhões, diz general
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.