CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Futuro ministro, Heleno isenta Bolsonaro no caso Coaf: Valor irrisório
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Rio de Janeiro
  Rio de Janeiro
 
Máscara de Joaquim Barbosa já começa a faltar para o Carnaval
Data Publicação:10/10/2013

Faltando um mês para o carnaval, os foliões cariocas já definiram a cara da festa. Com mais de 25 mil máscaras vendidas e estoques vazios nas principais lojas, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, será a personalidade mais homenageada nas ruas da cidade.

A procura pela máscara de Barbosa é dez vezes maior que pela segunda máscara mais vendida pelo mesmo fabricante, a do jogador Neymar. Diante da demanda, a fábrica reforçou a produção, mas ainda há risco de os foliões não encontrarem o adereço.

No universo político, nem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - nas versões com e sem barba - nem a presidente Dilma Rousseff fizeram frente ao prestígio das máscaras de Barbosa. A máscara do prefeito do Rio, Eduardo Paes, está encalhada.

Sucesso em carnavais passados, a procura pelas máscaras do ex-ministro José Dirceu também caiu após sua condenação no julgamento do mensalão. As informações são do jornalO Estado de S. Paulo.

Mesmo com o reforço na produção, as últimas encomendas para as máscaras de Joaquim Barbosa ainda estão em análise. "Os pedidos de São Paulo vieram muito tarde e não sei se conseguiremos atender", explicou Olga Valles, proprietária da fábrica. Recebendo novos pedidos diariamente, a empresa limitou as encomendas.
 
Na capital paulista, as máscaras dos personagens do julgamento do mensalão também fazem sucesso. Na região da rua 25 de Março, é possível ver máscaras do ex-deputado federal Roberto Jefferson e até do ex-ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Luiz Gushiken.  Mas, assim como no Rio, a Grande aposta também é no rosto de Joaquim Barbosa, que tem a máscara vendida por R$ 10. As demais, custam R$ 7.



Fonte:terra



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Ônibus atinge agência bancária no centro do Rio
- Sem cubanos e violentas, favelas do Rio sofrem para atrair médicos brasileiros
- Incêndio destrói hospital no Rio de Janeiro; três pacientes morrem
- Alunos da UFF fazem ato contra retirada de bandeira por fiscais do TRE
- Ibope: Na capital paulista, Haddad supera Bolsonaro
- Estudante defende mulher assediada em ônibus no RJ
- Incêndio de grandes proporções atinge o Museu Nacional, no Rio
- Defensoria obtém soltura de dois jovens presos ilegalmente em casa no RJ
- Ex-marido de corretora morta no Rio tem a prisão decretada por suposta participação no crime
- Mulher de 54 anos morre após ter atendimento negado em hospital no Rio
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.