CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 19 DE AGOSTO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
União Europeia não pediu retaliação ao Brasil por prisão de Lula
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Rio de Janeiro
  Rio de Janeiro
 
Operação Lei Seca será estendida para o interior do estado do Rio
Data Publicação:19/03/2012
A Operação Lei Seca do Rio de Janeiro será estendida para o interior do estado. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (19/3) pelo coordenador da operação, major Marco Andrade, em missa celebrada na Igreja da Candelária, no centro da capital fluminense, em comemoração ao terceiro ano de vigência da ação do governo do Rio.

Com isso, serão incorporados mais 50 agentes à equipe este mês, totalizando 14 grupos com 250 pessoas nas ações educativas. "O grande desafio é continuar crescendo, expandindo esse projeto, atendendo mais gente, fazendo com ele chegue a regiões mais distantes”, disse o coordenador.

De acordo com Andrade, as ações de prevenção, fiscalização e palestras que os agentes desenvolvem nas estradas e bares têm contribuído para a redução no número de acidentes, principalmente no período entre 22h e 6h, quando há um grande movimento de veículos. Desde o lançamento da Operação Lei Seca, foram feitas 4.248 blitzen, que resultaram em 703.531 abordagens a motoristas. "O que a gente colhe desse resultado é a credibilidade com relação ao que a sociedade deposita na Operação Lei Seca e mostra que realmente a vida está sendo preservada."

Também trabalham na operação cadeirantes que auxiliam nas ações em bares e casas noturnas, distribuindo panfletos sobre os perigos de dirigir após ingerir bebida alcoólica. Para o cadeirante Robson de Paula Goulart, de 41 anos, que foi vítima de um acidente de moto, essas ações são fundamentais para que não ocorra com as pessoas o mesmo que aconteceu com ele.

"Nossa meta é fazer com que as pessoas, após beber, não dirijam. Podem beber o quanto quiserem, só não podem pegar no volante. Se for beber, escalem um [amigo] para dirigir e que esse escalado não venha a beber", disse.

Segundo o governo do Rio, até o momento, 13 estados se interessam pela operação e quiseram conhecer os aspectos operacionais e logísticos da ação. Além de Pernambuco, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerias e Rondônia, que tiveram ações semelhantes implementadas, mais oito estados estudam formas de aplicar o programa.



Fonte:ag Brasil



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Ex-marido de corretora morta no Rio tem a prisão decretada por suposta participação no crime
- Mulher de 54 anos morre após ter atendimento negado em hospital no Rio
- Ao lançar candidatura no RJ, Paes exagera sobre homicídios e investimentos
- TRE do Rio apreende bandeiras e panfletos em festival de artistas em apoio a Lula
- Estado do Rio vai pagar tratamento psiquiátrico para família de garoto morto na Maré
- Rio de Janeiro confirma seus dois primeiros casos de sarampo em 18 anos
- Motorista do Uber é preso por estuprar adolescente em São Gonçalo
- Nove mil policiais vão deixar UPPs e fortalecer batalhões, diz general
- Sobe para 40 número de policiais mortos no estado do Rio este ano
- Artista preso em festa estava no Rio de férias
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.