CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Dodge recorre de decisão que tirou o sigilo da delação de marqueteiro
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mulher
  Mulher
 
Comer muita carne vermelha aumenta risco de câncer de mama
Data Publicação:20/06/2014

A maioria das pessoas não dispensa uma boa carne vermelha, entretanto, o que muita gente não sabe é que a ingestão desse tipo de alimento pode ser mais prejudicial à saúde do que se imagina. Um estudo divulgado recentemente acabou acendendo o sinal de alerta em relação aos males decorrentes do consumo da carne vermelha, de acordo com os levantamentos, os riscos recaem principalmente sobre as mulheres.

Segundo estudo realizado nos Estados Unidos, as mulheres que consomem uma grande quantidade de carne vermelha no inicio de sua fase adulta, podem ter maiores chances de desenvolver câncer de mama posteriormente.

Com base nas pesquisas e experiências, os pesquisadores de Harvard concluíram que se ao invés do consumo de carne vermelha, as mulheres aderirem a uma dieta balanceada à base feijões, ervilhas, lentilhas, aves, nozes e peixe, a tendência é que reduza substancialmente os riscos de desenvolver câncer de mama no futuro.

Diferentes opiniões sobre a pesquisa
Apesar dos estudos divulgados, alguns especialistas Britânicos pediram cautela ao falar sobre esse tipo de assunto. Segundo eles, não há motivos para desespero, pois, em outras linhas de estudos relacionados a essa vertente, não foi comprovada qualquer tipo de ligação entre o câncer de mama e a carne vermelha.

Resultados da pesquisa em relação ao câncer de mama
Os dados colhidos para a pesquisa sobre a ligação do câncer de mama com o consumo de carne vermelha no inicio da fase adulta, foram coletados a partir do acompanhamento do quadro clínico de 89 mil mulheres com idades entre 24 e 43 anos.

A revista British ‘Medical Journal’ publicou a pesquisa afirmando que o alto consumo de carne vermelha no inicio da fase adulta pode sim aumentar os riscos de desenvolver câncer de mama. Apesar da matéria, os próprios pesquisadores responsáveis pelo estudo admitiram ser pequenos esses riscos.

Dicas dos cientistas de como as mulheres podem evitar o câncer de mama
De acordo com os cientistas, para as mulheres reduzirem os riscos de desenvolvimento de um câncer de mama, é necessário adotar uma série de hábitos saudáveis, que inclui, mas, não se limita a alimentação saudável, abstinência de bebidas alcoólicas, e prática de exercícios físicos. Além disso, a substituição da carne vermelha por alimentos como carne branca, feijão e peixe, também pode reduzir ainda que minimamente os riscos de contrair a doença.




Fonte:click gratis/R7



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Elma Chips agora com Fandangos com farinha integral
- Lei Maria da Penha reduziu violência doméstica contra mulheres, segundo Ipea
- De biquíni branco, Gracyanne Barbosa exibe corpão na praia
- Ativista do "Femen" exibe seios no presépio da Praça São Pedro
- Depilação íntima pode ser prejudicial à saúde, diz estudo
- Comer muita carne vermelha aumenta risco de câncer de mama
- Diga "sim" para a maquiagem durante o dia e "não" para maquiagem na hora de dormir
- Beyoncé lança neste mês perfume por R$ 129 no Brasil
- Salto alto pode provocar inflamação grave nos pés e provocar dores na coluna
- Amazon britânica vende kit virgindade com hímen artificial
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.