CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Dodge recorre de decisão que tirou o sigilo da delação de marqueteiro
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mulher
  Mulher
 
Salto alto pode provocar inflamação grave nos pés e provocar dores na coluna
Data Publicação:06/02/2014

Para muitas mulheres o salto alto é sinônimo de elegância e sensualidade. Porém, o o sapato pode se tornar um vilão ao provocar inflamação nos sesamoides, que são os ossos pequenos dos pés.

Umas das principais causas da inflamação é a sobrecarga durante uma corrida ou dança. Dentre os principais sintomas que a sesamoidite são dor, inchaço e calosidade, que podem ser tratados de diversas formas e, em casos mais avançados, com procedimentos cirúrgicos, além de fisioterapia.

Segundo Fabiano Nunes Faria, ortopedista da Beneficência Portuguesa de São Paulo, quando a mulher usa salto alto, o centro de gravidade do corpo é alterado, expondo-as a inflamações nos músculos da panturrilha, além dos riscos de queda.

Um estudo feito na Universidade Metropolitana de Manchester, na Inglaterra, mostrou que as mulheres que relatam usar salto de pelo menos cinco centímetros durante dois anos ou mais, cinco dias da semana, possuem um encurtamento das fibras dos músculos
da panturrilha. Como consequência, a lombar fica sobrecarregada, e ocorre o desgaste na coluna.

O acessório força o equilíbio do corpo sobre uma base muito menor, a ponta dos pés, e para que esse equilíbrio seja mantido, grupos musculares, não treinados para tal função, serão forçados, favorecendo as lesões.

O resultado de tanto esforço são lesões musculares, tanto na coluna como nos membros inferiores. O salto alto é o maior causador de lesões musculares, como dores lombares e nas vértebras.

Complexo de Cinderela

Segundo Eduardo Novak, ortopedista do Hospital Nossa Senhora das Graças, o pé feminino ideal é aquele pequenino, estreito e que caiba em um sapato de cristal, de preferência com um salto bem alto. Entretanto, a cultura vai contra a anatomia.

O desenho do pé é feito para que haja uma perfeita distribuição do peso do corpo, entre os mais diversos ossos da extremidade dos membros inferiores. A parte detrás do pé tem ossos fortes, grandes e robustos, que servem para absorver impacto e sustentar o peso do corpo. O calcanhar tem um coxim de gordura, que serve para amortecer a carga. A parte da frente do pé tem ossos finos, longos, que servem para dar impulsão.

Dicas de calçados

— Trocar o salto de 10 cm pelo de 3cm;
— Usar mais calçados confortáveis que deixam os dedos se movimentar, não prejudicando unhas que sofrem com os bicos finos;
— Usar tênis é a melhor opção quando os problemas aparecem;
— Descartar sapatos que apresentam desnível maior que 5 cm entre a parte frontal e o calcanhar.




Fonte:R7



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Elma Chips agora com Fandangos com farinha integral
- Lei Maria da Penha reduziu violência doméstica contra mulheres, segundo Ipea
- De biquíni branco, Gracyanne Barbosa exibe corpão na praia
- Ativista do "Femen" exibe seios no presépio da Praça São Pedro
- Depilação íntima pode ser prejudicial à saúde, diz estudo
- Comer muita carne vermelha aumenta risco de câncer de mama
- Diga "sim" para a maquiagem durante o dia e "não" para maquiagem na hora de dormir
- Beyoncé lança neste mês perfume por R$ 129 no Brasil
- Salto alto pode provocar inflamação grave nos pés e provocar dores na coluna
- Amazon britânica vende kit virgindade com hímen artificial
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.