CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
A história por traz da foto desse estudante que era rejeitado na escola vai te emocionar
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Autor de atentado a Bolsonaro agiu sozinho, diz Polícia Federal
Data Publicação:20/09/2018
Em duas semanas de investigação, a Polícia Federal (PF) ainda não identificou nenhum indício de que Adélio Bispo e Oliveira tenha atacado Jair Bolsonaro a mando de um terceiro. Oliveira esfaqueou o candidato à presidência do PSL no dia 6 de setembro e, até o momento, está descartada a hipótese dele ter recebido ajuda de outra pessoa para cometer o crime.

A primeira parte da investigação foi concluída hoje pela PF que pediu mais 15 dias para apresentar um relatório final à Justiça Federal. A etapa seguinte do trabalho da PF pretende aprofundar mais mais a apuração do caso mesmo que ainda não tenha sido identificado qualquer indício da participação de terceiros. Conforme informações obtidas pelo jornal “O Globo” junto a investigadores, a parte final da investigação é encarada mais como uma precaução nos envolvidos na apuração do caso.

Até o momento foram vasculhados computadores, dados armazenados em celulares, contatos telefônicas, redes sociais, contas bancárias e relações pessoais, entre outros aspectos da movimentação de Adélio. Também foram ouvidas 15 testemunhas e foram feitos três interrogatórios formais de Adélio. Atualmente, o autor do atentado está preso. A pedido de seus advogados, a Justiça permitiu que ele faça uma avaliação psiquiátrica.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Novo prazo para aditamento do FIES
- UFC volta ao Brasil em novembro
- Dilma: Brasil não aceita conviver com preconceito
- Inflação do aluguel avança na segunda prévia de julho
- Cunha diz que aceita acareação proposto desde que Dilma também seja convocada
- Suspensa a emissão de novos contratos do programa Minha Casa Minha Vida
- Delator da Operação Lava Jato, disse que pagou propina a Eduardo Cunha
- Justiça valida venda de imóvel pelo WhatsApp
- Volume de vendas do comércio caem pelo 4º mês, acumulam 4,5% de baixa em um ano
- Limite do crédito consignado para trabalhador sobe para 35%
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.