CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 19 DE NOVEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Pesquisadores criam IA capaz de burlar sistemas de impressão digital
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
SBT retoma slogan da ditadura militar “Brasil: ame-o ou deixe-o” Justificando
Data Publicação:06/11/2018
Nesta terça-feira, 06 de outubro, o canal aberto SBT, lançou duas vinhetas, uma com o slogan “Brasil: ame-o ou deixe-o” e outra com o slogan “Eu te amo meu Brasil”. Os Bordões eram utilizados como campanha publicitária da Ditadura Militar de 1964 com uma mensagem clara contra todos que faziam oposição ao autoritarismo da época. Uma das vinhetas apresenta a canção “Pra Frente Brasil”, música-tema da seleção da Copa de 1970. Outra faz referência ao Hino Nacional intercalado com intervenções do narrador Carlos Roberto.

Ao site da VEJA, o SBT afirmou que não se pronunciará quanto ao motivo da circulação dos vídeos por “questões estratégicas”. Segundo o site da IstoÉ, a ordem para a criação e veiculação das mídias foi de Silvio Santos. Dono do canal, durante o regime ditatorial brasileiro, transmitia o programa “A Semana do Presidente’, no qual exibia imagens de governantes sem críticas políticas.

Nas redes sociais, os internautas reagiram aos novos vídeos. “Estou chorando e com muito medo. Tempos sombrios”, “Que propaganda bizarra é essa? Sério isso? 1964?”, “Só eu vi o SBT enaltecer e ressuscitar o slogan usado durante a ditadura? Que close errado” e “Eu tô com muito nojo do SBT pela pachorra de propaganda a favor da ditadura militar” foram algumas das reações.

O slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o” surgiu em 1973, no governo do general Emílio Garrastazu Médici, período posterior à edição do Ato Institucional Número Cinco (AI-5) que ficou conhecido como “os anos de chumbo” da ditadura militar devido ao endurecimento da repressão e da censura.




Vídeo:


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Prefeitos demitiram outros médicos para contratar cubanos, diz Bolsonaro
- Prefeito aliado de Bolsonaro lamenta saída de médicos cubanos
- Temer propõe salário de servidor igual ao do setor privado para conter gastos
- Moro alega intenção de evitar controvérsias e antecipa saída do cargo de juiz federal
- Diretor do Santander será presidente do BC do governo Bolsonaro
- Retornam a Cuba primeiros 196 médicos que estavam no Brasil
- Termina interrogatório de Lula em processo da Lava Jato sobre sítio
- Posse de Bolsonaro será às 15h de 1º de janeiro, diz Eunício
- Governo Bolsonaro pode privatizar distribuidora da Petrobras, diz Mourão
- Danilo Gentili defende Silvio Santos e diz que mulheres precisam entender brincadeira
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.