CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Futuro ministro, Heleno isenta Bolsonaro no caso Coaf: Valor irrisório
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Preso, Maluf burla Justiça e faz ligações a repórter procurando por ministro
Data Publicação:09/08/2018
O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), preso em regime domiciliar, descumpriu determinação judicial na manhã da última quarta-feira (8) e realizou diversos telefonemas para uma repórter do jornal Valor Econômico. A ligação foi engano: o intuito dele era conversar com um ministro um dia antes de a Mesa Diretora da Câmara adiar a decisão sobre a cassação de seu mandato.

Segundo o Valor, Maluf ligou ao menos cinco vezes para o telefone da jornalista e se mostrou confuso quando a ligação foi atendida pela mulher. “Esse número não é do ministro?”, indagou antes de perceber o equívoco — ele não especificou com qual ministro gostaria de falar.

Na tarde de ontem, a Câmara adiou novamente o pedido para cassar o mandato do deputado. A próxima sessão foi marcada para terça (14).

De acordo com as normas da Vara das Execuções Criminais do Fórum Criminal central de São Paulo, Maluf não poderia realizar ligações pois deve seguir as mesmas restrições que enfrentaria se estivesse em uma penitenciária. Ao jornal, a defesa do deputado se mostrou surpresa com as ligações.

Com o mandato suspenso, Maluf foi preso em dezembro passado após ter sido condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a sete anos, nove meses e dez dias de prisão em regime fechado por crimes de lavagem de dinheiro.

Ele cumpre prisão domiciliar desde abril por questões de saúde, após diversas internações enquanto esteve detido no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Futuro ministro, Heleno isenta Bolsonaro no caso Coaf: Valor irrisório
- Mulher que denunciou abusos de João de Deus cometeu suicídio, diz jornal
- Apalpada no bumbum, sushi na boca: 5 vezes que Gracyanne e Belo se amaram (até demais)
- Bolsonaro quer aposentadoria de servidores públicos só depois dos 65
- Com classe dividida, líderes de caminhoneiros decidem não aderir à paralisação
- Guedes anuncia seis secretários da nova equipe econômica
- Ibama nega licença para francesa Total explorar petróleo no Amazonas
- Mais uma mulher acusa João de Deus de abuso sexual
- Professor confessa estupro em aluno de 9 anos porque `estava triste´
- Segurança do Carrefour confirma agressão a cão, mas diz estar arrependido
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.