CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Com árbitro de vídeo omisso, Brasil fica no empate com a Suíça
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Moro protege delatores e veda órgãos de controle na Lava Jato
Data Publicação:13/06/2018
O juiz federal Sergio Moro limitou a atuação de órgãos de controle em açōes da Lava Jato, proibindo o uso de provas contra delatores e empresas sem sua prévia autorização. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Em despacho sigiloso, o juiz altera decisōes que permitiam o compartilhamento de provas com os órgãos, responsáveis pelo ressarcimento dos cofres públicos e por aplicar multas aos envolvidos.

A decisão afeta a AGU (Advocacia-Geral da União), a CGU (Controladoria-Geral da União), o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), o Banco Central, a Receita Federal e o TCU (Tribunal de Contas da União).

Atendendo pedido do Ministério Público Federal (MPF), Moro blinda delatores e empresas que fizeram acordos com a força-tarefa. A justificativa dada pelos procuradores é a de que novos colaboradores não devem se sentir pressionados ou desestimulados pelo cerco formado pelos órgãos de controle.

O juiz, por sua vez, revê casos em que informaçōes foram obtidas antes que as delaçōes fossem fechadas. Mesmo colaborando com a Justiça, empresas não estão isentas de processos na área cível.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- CBF pede a Globo que canarinho deixe de ser chamado de pistola
- Fundo público respondeu por 86,5% do orçamento dos partidos em 2017
- Greve, Copa e incerteza política desaceleram economia brasileira
- Bolsonaro diz que vai partir para o liberalismo e terá base de 300 deputados
- Militarização do governo Temer se consolida com a efetivação de general militar na Defesa
- Deixado de escanteio, Plano Nacional de Educação não tem boas perspectivas para 2019
- Editorial: O Justificando te convida a fazer parte desta história
- Bolívia reforça fronteira com Brasil após roubo de armas
- Saiba como consultar o saldo do PIS, cujo saque foi autorizado
- Maia diz que Ciro não é maior probabilidade de aliança, mas que manterá diálogo
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.