CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Com árbitro de vídeo omisso, Brasil fica no empate com a Suíça
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Brasil enviará agentes da Polícia Federal para trabalhar na Copa
Data Publicação:07/06/2018
O Brasil enviará cinco agentes da Polícia Federal para trabalhar na segurança da Copa do Mundo da Rússia, que tem início em 14 de junho e vai até 15 de julho.

O acordo internacional de cooperação foi assinado na segunda-feira (4) em Brasília pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e o embaixador da Rússia na capital federal, Serguei Akopov.

Os agentes trabalharão com representantes de outros 18 países no centro de cooperação policial internacional, em Moscou.

Eles também viajarão pelas outras dez cidades-sede.

Segundo o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, os agentes brasileiros fazem parte das forças de segurança na garantia da lei da ordem para prevenir atos de violência e vandalismo tanto nos estádios como nos arredores e nos trajetos que os torcedores devem fazer.

"Teremos grupos móveis que se deslocarão pelas cidades. O Brasil estará baseado em Sochi e colocaremos policiais brasileiros neste grupo que irá lá, por exemplo", disse Akopov à agência de notícias russa Tass.

"Estes agentes brasileiros providenciarão assistência legal e também poderão ser acionados para investigações de possíveis incidentes", completou o embaixador.

O acordo permite também a troca de dados sobre criminosos dos dois países. Isso ajudará a barrar brasileiros que estejam banidos de estádios no país de obterem o Fan ID (identidade do fã), documento obrigatório para ter acesso às arenas da Copa.

A Rússia investiu pesado em segurança para combater o hooliganismo e grupos terroristas.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- CBF pede a Globo que canarinho deixe de ser chamado de pistola
- Fundo público respondeu por 86,5% do orçamento dos partidos em 2017
- Greve, Copa e incerteza política desaceleram economia brasileira
- Bolsonaro diz que vai partir para o liberalismo e terá base de 300 deputados
- Militarização do governo Temer se consolida com a efetivação de general militar na Defesa
- Deixado de escanteio, Plano Nacional de Educação não tem boas perspectivas para 2019
- Editorial: O Justificando te convida a fazer parte desta história
- Bolívia reforça fronteira com Brasil após roubo de armas
- Saiba como consultar o saldo do PIS, cujo saque foi autorizado
- Maia diz que Ciro não é maior probabilidade de aliança, mas que manterá diálogo
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.