CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUINTA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Homem decide comprar ônibus para resgatar animais de furacões nos EUA
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Brasil decide recorrer aos EUA por isenção de tarifas para aço e alumínio
Data Publicação:10/03/2018
O Brasil decidiu recorrer ao governo dos Estados Unidos da decisão do presidente Donald Trump de sobretaxar as importações de aço e alumínio. O país pedirá oficialmente para ser incluído na lista de exceções à tarifa, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

Trump impôs tarifas de 25% sobre importações de aço e 10% sobre o alumínio na quinta-feira, com a justificativa de conter importações baratas, principalmente da China, o que descreveu como “um assalto ao país”.

O presidente disse, no entanto, que “amigos reais” dos Estados Unidos poderiam ganhar isenções das medidas, que entram em vigor após 15 dias. Canadá e México, membros do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta), que está em renegociação, ficaram de fora da medida por tempo indeterminado.

O Brasil, que depois do Canadá é o maior fornecedor de aço para o mercado norte-americano, prepara recursos a dois órgãos do governo dos Estados Unidos, conforme o ministério.

Os recursos serão apresentados ao Departamento de Comércio dos Estados Unidos (instância governamental) e ao Representante de Comércio dos EUA (órgão responsável por desenvolver a política comercial do país).

Os técnicos do governo brasileiro estão em contato com os norte-americanos para entender como funciona o processo. Os pedidos precisam ser encaminhados em até duas semanas.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Lula divulga carta aberta respondendo o General Mourão
- Bolsonaro inicia alimentação por via oral
- Irônico, Michel Temer avisa: desacelera, João Doria
- TCU vê indícios de lavagem de dinheiro em financiamento do BB para Val Marchiori
- Luciano Huck passa apuros em aeroporto e ironiza: Vou de táxi
- Em transmissão do hospital, Bolsonaro chora e polariza com PT
- Bob´s troca canudo de plástico por versão comestível
- Após gastar muito no tratamento, Catra deixou apenas músicas inéditas para os filhos
- Bolsonaro é submetido a cirurgia de emergência, mas passa bem
- Justiça nega teste de sanidade mental pedido por defesa do agressor de Bolsonaro
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.