CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Detentos queimam colchões pedindo volta de televisores em presídio de Catalão, GO
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
OPS alerta para vacinação contra febre amarela após mortes no Brasil
Data Publicação:25/02/2018
As pessoas que vão a zonas onde circula o vírus da febre amarela devem se vacinar antes de viajar, lembrou a OPS nesta sexta-feira, depois da morte de dois turistas no Brasil, epicentro do surto que afeta a América do Sul.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPS), escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas, reiterou sua recomendação de que os viajantes internacionais devem se vacinar contra a febre amarela ao menos 10 dias antes de visitar zonas onde o vírus circula.

Além do Brasil, origem da maioria dos doentes de febre amarela confirmados na região, outros seis países e territórios sul-americanos notificaram casos nos últimos dois anos: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e Suriname.

"A ocorrência de casos confirmados de febre amarela em viajantes não vacinados mostra a necessidade de que os países reforcem a difusão destas recomendações para os viajantes internacionais", indicou em um comunicado.

"Os viajantes devem tomar medidas para evitar as picadas de mosquitos e buscar atendimento médico se sentirem doentes durante sua viagem ou ao voltar", acrescentou.

Em particular, a OMS aconselha a vacinação contra a febre amarela para os que visitem 21 estados do Brasil, entre eles Rio de Janeiro e São Paulo.

Autoridades brasileiras informaram na quinta-feira que dois jovens chilenos que passaram alguns dias na Ilha Grande, no Rio de Janeiro, faleceram pelo surto de febre amarela.

O Brasil enfrenta o segundo surto anual consecutivo de febre amarela, em ambos os casos concentrado em três estados do sudeste: Minas Gerais, São Paulo e Rio.

A febre amarela é uma doença hemorrágica viral aguda que pode levar à morte. Provoca febre, calafrios, fadiga, dores de cabeça e musculares, geralmente associados com náuseas e vômitos. Os casos graves provocam insuficiência renal e hepática, icterícia e hemorragia.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Promessa de Ciro Gomes é uma declaração de guerra: destruir o MDB
- CBF pede a Globo que canarinho deixe de ser chamado de pistola
- Fundo público respondeu por 86,5% do orçamento dos partidos em 2017
- Greve, Copa e incerteza política desaceleram economia brasileira
- Bolsonaro diz que vai partir para o liberalismo e terá base de 300 deputados
- Militarização do governo Temer se consolida com a efetivação de general militar na Defesa
- Deixado de escanteio, Plano Nacional de Educação não tem boas perspectivas para 2019
- Editorial: O Justificando te convida a fazer parte desta história
- Bolívia reforça fronteira com Brasil após roubo de armas
- Saiba como consultar o saldo do PIS, cujo saque foi autorizado
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.