CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 19 DE NOVEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Pesquisadores criam IA capaz de burlar sistemas de impressão digital
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Brasil
  Brasil
 
Brasil perde posição e não é mais o campeão de desmatamento do mundo
Data Publicação:30/06/2014

O Brasil perdeu o seu (vergonhoso) título de campeão do desmatamento no mundo. Um novo estudo publicado neste domingo (29) na revista científica Nature Climate Change mostra que as árvores têm um novo vilão: a Indonésia.

O estudo usou dados de satélites para monitorar o desmatamento nas principais ilhas da Indonésia. O objetivo era calcular de forma efetiva a quantidade de áreas derrubadas, já que os dados usados pelo governo são conflitantes. Os resultados impressionam. Segundo o estudo, a Indonésia desmatou 8,4 mil quilômetros quadrados de florestas em 2012. Praticamente o dobro do desmatamento da Amazônia no mesmo ano, quando o Inpe detectou cerca de 4 mil quilômetros quadrados desmatados.

Os resultados são constrangedores para o governo da Indonésia. Desde 2011, o país colocou em prática uma moratória no desmatamento, e o estudo mostra que essa política não está funcionando. Além disso, a sitiação preocupa por várias questões. Primeiro, coloca em risco espécies já ameaçadas, como o orangutango e o tigre-de-sumatra. Segundo, porque libera uma quantidade enorme de gases de efeito estufa. O desmatamento coloca a Indonésia como o terceiro país que mais contribui com o aquecimento global, atrás apenas de China e Estados Unidos.

Enquanto isso, no Brasil, as taxas de desmatamento estão caindo, graças a um conjunto de estratégias eficazes adotadas pelo governo. Mas os números ainda são altos, e a degradação florestal também preocupa.




Fonte:epoca



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Prefeitos demitiram outros médicos para contratar cubanos, diz Bolsonaro
- Prefeito aliado de Bolsonaro lamenta saída de médicos cubanos
- Temer propõe salário de servidor igual ao do setor privado para conter gastos
- Moro alega intenção de evitar controvérsias e antecipa saída do cargo de juiz federal
- Diretor do Santander será presidente do BC do governo Bolsonaro
- Retornam a Cuba primeiros 196 médicos que estavam no Brasil
- Termina interrogatório de Lula em processo da Lava Jato sobre sítio
- Posse de Bolsonaro será às 15h de 1º de janeiro, diz Eunício
- Governo Bolsonaro pode privatizar distribuidora da Petrobras, diz Mourão
- Danilo Gentili defende Silvio Santos e diz que mulheres precisam entender brincadeira
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.