CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 24 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
PF descarta depósitos suspeitos a agressor de Bolsonaro e reforça versão de que atuou sozinho
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
Bolsonaro cogita divulgar carta para acalmar mercado e defender pacificação
Data Publicação:22/09/2018
A campanha do candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, cogita divulgar uma carta com compromissos caros ao mercado financeiro, como a realização de um ajuste fiscal no país, e defendendo a pacificação do país com o resultado das eleições. A informação é do blog do Jornalista Camarotti, no G1.

De acordo com Camarotti, a carta foi escrita pelo general Augusto Heleno, participante ativo da campanha de Bolsonaro, e tem o conteúdo aprovado pelo vice da chapa, o também general Hamilton Mourão (PRTB). Falta ainda a aprovação do presidenciável do PSL, que ainda está internado no hospital Albert Einstein.

A iniciativa dos aliados de Bolsonaro é parecida com a que teve a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT)em 2002. Na ocasião, o futuro presidente se comprometeu a praticar uma política econômica austera e a cumprir compromissos assumidos pelo Brasil.

O compromisso de pacificação do país com o resultado eleitoral contrasta com a postura assumida por Bolsonaro nos últimos dias. No último domingo (16), ele divulgou um vídeo gravado no hospital em que coloca em dúvida o bom funcionamento das urnas eletrônicas e chega a acusa o ex-presidente Lula por uma eventual fraude no pleito.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Câmara aprova projeto que anistia candidatos com contas rejeitadas
- Câmara aprova PEC do Trabalho Escravo e matéria volta ao Senado Federal
- Decisão sobre depoimento de Cachoeira fica para a semana que vem
- Abolido o 14º e o 15º salários, pagos há 66 anos aos parlamentares pelo Senado
- Em discurso do Dia do Trabalho, Dilma cobra dos bancos juros mais baixos
- Maria do Rosário pede ao TSE mais acessibilidade ao eleitor com deficiência
- Pesquisa mostra que brasileiros estão satisfeitos com Dilma Rousseff, mas querem Lula em 2014
- Governo espera relator para negociar Código Florestal
- Dilma Rousseff chega aos EUA disposta a impor peso político do Brasil a Obama
- Comissão aprova fim dos 14º e 15º salários para deputados federais e senadores
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.