CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Caçadores de nazistas: casal é condecorado pelo governo francês
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
Bolsonaro e Haddad vão disputar segundo turno
Data Publicação:07/10/2018
Com 99% das urnas apuradas está definido que Jair Bolsonaro (PSL) com 46,27% e Fernando Haddad (PT) com 28,94% dos votos válidos irão disputar a presidência da República no segundo turno.

O candidato do PSL manteve a liderança que já exibia nas pesquisas de intenções de voto. Já o petista superou Ciro Gomes (PDT) e irá representar o campo da esquerda na reta final corrida presidencial.

Bolsonaro e Haddad devem protagonizar uma das disputas mais acirradas desde a redemocratização do país. Após 30 anos de atuação discreta na Câmara dos Deputados, Jair Bolsonaro foi ganhando espaço na opinião pública com declarações racistas, homofóbicas e, no melhor dos casos, polêmicas.

Além de tornar seu nome nacionalmente conhecido por suas declarações, o capitão da reserva soube como poucos surfar no tsunami antipetista que tomou conta do país após o processo que levou ao impeachment da ex-presidente, Dilma Roussef.

Bolsonaro também foi alvo de um ataque inédito na história política do Brasil. O candidato foi esfaqueado no último dia 6 de setembro, em Montes Claros (MG) enquanto cumpria agenda de campanha e teve que ficar semanas internado.

‘Leila do Vôlei’ é eleita senadora no DF com 17,76% dos votos Urna eletrônica é quebrada com marreta em SC; suspeito é detido Eleitor embriagado é detido após agredir policial e tentar atropelá-lo durante votação

Já Fernando Haddad teve que correr contra o tempo para se consolidar seu nome como presidenciável do PT. O Partido dos Trabalhadores decidiu levar até o limite a estratégia de emplacar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula era até então o líder isolado das pesquisas e dava impressão de vencer já no primeiro turno.

Com o impedimento da candidatura lulista, Fernando Haddad teve muito menos tempo de campanha que os rivais. O petista também vivia a expectativa de que ver concretizada a transferência de votos do ex-presidente para sua candidatura. A estratégia deu certo o suficiente para garantir Haddad no segundo turno das eleições. “A oportunidade de um 2º turno, é uma oportunidade inestimável que o povo nos deu. Nós queremos unir os democratas do Brasil. Vamos com a força do argumento para defender o Brasil e seu povo”, disse o candidato petista.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope
- Qual o limite da loucura do meu adversário?, diz Haddad
- Paulo Guedes diz que é natural existir dúvidas sobre agenda de privatizações
- Bolsonaro diz que vai propor criação de urna auditável
- Ao criticar visões extremas de Bolsonaro, Economist volta a chamar candidato de ameaça
- Marconi Perillo, ex-governador de Goiás, é preso pela PF
- Bolsonaro dispara: Sua hora vai chegar, marmita de corrupto preso
- Datafolha: Bolsonaro vence 2º turno com 58% dos votos válidos; Haddad fica com 42%
- Mourão rebate Bolsonaro: tenho minhas opiniões
- Desde Diretas-Já, Brasil nunca teve virada no segundo turno da eleição presidencial
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.