CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Bolsonaro consegue apoio robusto nas ruas antes do segundo turno
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
Em convenção, Álvaro Dias diz que convidará Moro para Justiça
Data Publicação:06/08/2018
Com homenagens à Operação Lava Jato e à "República de Curitiba", o candidato do Podemos à Presidência, senador Álvaro Dias, anunciou em convenção nacional que, caso eleito, convidará o juiz federal Sergio Moro para comandar o Ministério da Justiça.

"[Moro] É o símbolo da esperança do povo de reabilitar as instituições públicas destruídas pela incompetência e corrupção", afirmou.

A convenção aconteceu na manhã deste sábado (4), em Curitiba (PR), com o apoio dos nanicos PSC, do vice Paulo Rabello de Castro, e PRP.

"Não anunciaria ninguém antecipadamente para compor nosso governo, mas queria prestar homenagem à República de Curitiba, onde nasce uma nova justiça no país", discursou o senador.

O candidato disse que assume o compromisso da defesa total da Lava Jato, para continuar a "limpar" o país.

"Vou convocar mais três juristas brasileiros, já os convidei e já aceitaram: Miguel Reale Jr, Modesto Carvalhosa e Rene Dotti. Estamos convocando uma seleção para derrotar a impunidade."


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Fala sobre fechar STF não é motivo para alarde, diz filho de Bolsonaro
- Coligação de Ciro entra com ação contra Bolsonaro no TSE por escândalo do WhatsApp
- Datafolha: Eleitores de esquerda aumentam vantagem de Bolsonaro
- Bolsonaro afirma que não irá participar de debates no segundo turno
- Bolsonaro diz não ter controle sobre ação de empresas no WhatsApp
- Datafolha mostra Bolsonaro com 59% e Haddad com 41% dos votos válidos
- Parte do PT está "se lixando" para Haddad, diz Cid Gomes
- Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope
- Qual o limite da loucura do meu adversário?, diz Haddad
- Paulo Guedes diz que é natural existir dúvidas sobre agenda de privatizações
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.