CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Futuro ministro, Heleno isenta Bolsonaro no caso Coaf: Valor irrisório
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
Bolsonaro é o mais fácil de bater no 2ª turno, diz Ciro
Data Publicação:21/05/2018
O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes, do PDT, usou palavras duras para atacar seu provável adversário da disputa, Jair Bolsonaro. Ele afirmou que “gostaria muito” de enfrentar Bolsonaro no segundo turno porque seria o candidato “mais fácil” de derrotar.

Ciro participou nesta segunda-feira da sabatina feita por UOL, Folha e SBT. Para ele, a eventual eleição de Bolsonaro seria “promessa certa de crise”, já que ele “nunca administrou um boteco dos pequenos”.

O pré-candidato também classificou como “soluções muito toscas” para “justas queixas” do povo. Ele declarou ainda que Bolsonaro promete um “banho de sangue” ao falar sobre distribuição de armas.

Reforma trabalhista e teto de gastos

Ciro prometeu ainda, se eleito, revogar as duas medidas. Ele ainda mandou um recado ao mercado de disse não ter tido “um dia de deficit” como governador, prefeito e ministro.

Para ele, a reforma trabalhista aprovada no governo Temer estimula a informalidade e prejudica a realização de uma reforma da Previdência.

Ciro disse ser contra a privatização da Eletrobras, mas afirmou não se opor ao “capital estrangeiro”, desde que encaixado em um “projeto de desenvolvimento nacional” aprovado pela população nas urnas. “Não importa a cor do gato, o que importa é que ele cace o rato”, disse.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Escolhida por Bolsonaro, nova ministra disse que " é o momento de a igreja governar"
- Bolsonaro diz que pode usar caneta Bic se houver denúncia robusta contra Onyx
- Trabalho no governo Bolsonaro terá funções divididas entre outros 3 ministérios, diz Onyx
- Bolsonaro diz que tem acordo com Moro para afastar ministro após denúncia robusta
- Não fiz campanha prometendo nada pra ninguém, diz Bolsonaro sobre Malta
- Delator da JBS diz que caixa dois para Onyx era para ‘manter bom relacionamento´
- Justiça Eleitoral recomenda reprovação de contas da campanha de Janaina Paschoal
- Bolsonaro anuncia filósofo colombiano como ministro da Educação
- Segunda Turma do STF desarquiva inquérito sobre Aécio Neves
- Ortopedista, deputado do DEM será ministro da Saúde de Bolsonaro
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.