CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Mulher é presa por agredir namorado e policial dentro de delegacia, em Jaraguá
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
A visão de um professor ,Partido Progressista em Goiás, a descida da base aliada
Data Publicação:30/03/2018
E interessante ouvir um professor falar sobre política, mas como dito , pelo prof. Sanddro Lib, devemos compreender por partes e assim em cada um Analisar o quadro político no estado de Goiás, e ver as tendências comuns ao longo dos anos na política regional, desta forma ele falou sobre o PP.

Nas eleições do Governo do Estado de Goiás, como tradicional aliado do Psdb, o PP (Partido Progressista), sempre era o primeiro a bradar a bandeira de apoio, aos liderados pelo Governador do Estado Marconi Perillo.

Mas como tudo e dinâmico, o quadro tem se mostrado com um apontamento diferente para as eleições do ano 2018. Este ano o Pp, teve um aumento de seus filiados, com o acrescimento da entrada do Deputado Federal Baldy, que recentemente assumiu o Ministério das Cidades do Governo Temer.

O Deputado Federal Baldy, antes comandava a regional de Goiás do Partido Ptn (atual Podemos), mas no decorrer do julgamento sobre o acatamento do Pedido da PGR (Procuradoria Geral da República) sobre as denúncias votou a favor do arquivamento da Denúncia contra Michel Temer. Desta forma foi expulso e destituído do comando do Partido, em Goiás

No comando do PP, esta o Senador Wilder Morais, este conhecido no meio político como “Senador Ostentação” tem colocado nas comissões provisórias municipais, pessoas de sua cúpula intima, desprezando os representantes regionais a muito que já estavam caminhando na liderança de seus partidos. A presente situação tem gerado desconforto visto além deste fato, aliado a falta de comunicação, desprezo aos partidários e mesmo, a falta de uma liderança mais atuante e presente. Nesta situação, o PP, tem tido a debandada de vários filiados migrando a outros partidos, que possam atender seu(s) propósitos regionais.

O que acontece ?

As pesquisas têm apontado apenas 4,32% ,ou seja uma baixa possibilidade de o Senador Wilder Morais poder encampar uma renovação de sua candidatura. O Wilder e um político que em diversas vezes tem se mostrado a favor da continuidade do Governo Temer, o presente fato estremeceu em muito sua imagem para junto do público eleitor, gerando um respaldo negativo. Para o PP em breve é esperado que o Ministro das Cidades Baldy , assuma o comando do partido em Goiás. Ele de forma recente, em conversas com o Presidente Nacional do Partido Progressista ,Ciro Nogueira, desistiu de renovar sua candidatura para Deputado Federal firmando assim dedicação ao Governo Temer.

Situação Atual.

O Deputados Federais Roberto Balestra, e Sandes Junior, são uma incógnita, mas a decisão deles se mostra expressiva, ate lá pelo andar da caruagem ,o PP vai pelo desembargue certo. Wilder se mostra trocando o PP pelo MDB e Baldy se presta 100% a serviço do Governo MDBista. Assim o PP esta fora da Base Aliada do Governador Marconi Perillo.


Fonte:Almir Portela



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Haddad defende diálogo com eleitores de Bolsonaro: Precisamos de humildade
- Ibope: Haddad sobe e diminui vantagem de Bolsonaro
- Bolsonaro cogita divulgar carta para acalmar mercado e defender pacificação
- DataPoder: Haddad e Bolsonaro tecnicamente empatados
- Após ataque a CPMF, Alckmin diz que Bolsonaro privilegia ricos com novo IR
- Pesquisa XP: Bolsonaro lidera e Haddad tem salto para 2º lugar
- PSB pede que STF libere votação de quem teve título cancelado por não fazer biometria
- Ibope: Bolsonaro lidera e Haddad sobe 11 pontos
- Dória usa imagens de creches dos EUA e da Rússia como se fossem de SP
- Parentes de Alckmin ganharam R$ 3,8 milhões com decretos do ex-governador
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.