CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUINTA-FEIRA, 17 DE JANEIRO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
IGH - GO divulga edital de novo Processo Seletivo com mais de 300 vagas disponíveis
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
PT denuncia vídeo "manipulado" em que Lula pede votos para Marina
Data Publicação:29/08/2014
O Partido dos Trabalhadores (PT) enviou nota à imprensa que denuncia a circulação de um vídeo "editado" em que o ex-presidente Lula pede votos para a candidata do PSB à presidência da República, Marina Silva. A nota esclarece que o vídeo foi montado a partir de um original em que Lula pede votos para a candidata do PT ao Senado em Goiás, Marina Sant’Anna.

Veja trecho da nota:

Um vídeo manipulado criminosamente, publicado na internet, sugere, enganosamente que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteja apoiando a candidata Marina Silva, do PSB. Na verdade, Lula apoia exclusivamente a candidata Dilma Rousseff. Editado de forma a ludibriar quem o assiste, o vídeo foi montado a partir de um vídeo original em que Lula pede votos para a candidata do PT ao Senado em Goiás, Marina Sant’Anna.

O presidente do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, anunciou nesta quinta-feira (28) que a Campanha de Dilma Rousseff é movida por princípios éticos. “Queremos botar um freio, deter este tipo de campanha com a qual nos deparamos hoje, que é um vídeo grosseiramente fraudado e que infelizmente traz marca oficial da campanha de candidata do PSB e coligação”, afirmou Falcão. O presidente do PT deixou claro que “não estamos atribuindo a autoria deste vídeo fraudado a nenhum partido ou candidato”.

De acordo com Rui Falcão, a Campanha de Dilma Rousseff não difunde nas redes sociais informações inverídicas. “Não nos valemos de nenhum tipo de fraude, nenhum tipo de adulteração, nenhum tipo de indução a erro pelo eleitor e nem utilização de robôs e outras práticas que nós não consideramos éticas na Internet”.


Medidas

A coordenação da campanha de Dilma solicitou ao YouTube a exclusão do vídeo. O Departamento Jurídico deve entrar com representação na Justiça Eleitoral por propaganda eleitoral irregular que induz o eleitor a erro. De acordo com o partido, a coligação vai apresentar uma representação junto ao Ministério Público Eleitoral para instaurar inquérito criminal pela prática de falsidade ideológica de cunho eleitoral.


Fonte:o povo.com.br



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Escolhida por Bolsonaro, nova ministra disse que " é o momento de a igreja governar"
- Bolsonaro diz que pode usar caneta Bic se houver denúncia robusta contra Onyx
- Trabalho no governo Bolsonaro terá funções divididas entre outros 3 ministérios, diz Onyx
- Bolsonaro diz que tem acordo com Moro para afastar ministro após denúncia robusta
- Não fiz campanha prometendo nada pra ninguém, diz Bolsonaro sobre Malta
- Delator da JBS diz que caixa dois para Onyx era para ‘manter bom relacionamento´
- Justiça Eleitoral recomenda reprovação de contas da campanha de Janaina Paschoal
- Bolsonaro anuncia filósofo colombiano como ministro da Educação
- Segunda Turma do STF desarquiva inquérito sobre Aécio Neves
- Ortopedista, deputado do DEM será ministro da Saúde de Bolsonaro
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.