CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Lula recebe visita de parentes, mas Nobel e teólogo são barrados
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
STF adia decisão sobre número de deputados
Data Publicação:12/06/2014

Foi adiado para a próxima quarta-feira (18) o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre as ações contra a alteração número de deputados nos estados. Uma das ações em análise é a Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) 33, apresentada pela Mesa do Senado Federal, com o objetivo de fazer prevalecer entendimento do Congresso Nacional em relação ao número de deputados por unidade da Federação.

A intenção é confirmar a validade do Decreto Legislativo 424/2013, que suspendeu uma resolução do ano passado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que alterou o tamanho das bancadas na Câmara dos Deputados com base em dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar de o Congresso ter sustado a medida por meio do decreto, o Plenário do TSE ratificou a alteração. Para o tribunal, as mudanças estão mantidas e valem, inclusive, para as eleições de outubro deste ano. Se mantida a decisão do TSE 13 estados serão afetados. (veja infográfico).

As ações têm como relator os ministros Gilmar Mendes e Rosa Weber, que não chegaram a ler seus votos. Por causa da complexidade do tema, a leitura exigiria que se ultrapassasse o tempo da sessão, motivo pelo qual os ministros concordaram com o adiamento.


Na ação, o Senado alega que o tribunal extrapolou seu poder de cálculo das bancadas estaduais na Câmara porque arredondou os números.


Além da ADC do Senado, estão em julgamento as Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 4947, 5020, 5028, 5130, 4963, 4965, ajuizadas por governadores, assembleias legislativas e a Mesa da Câmara dos Deputados.

   




Fonte:ag senado



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Suzane von Richthofen será candidata a deputada federal pelo PT?
- Datafolha: Lula lidera com 31%, Bolsonaro com 15% e Marina 10%
- Após Lula, deputados querem incluir Moro e Bolsonaro nos nomes
- PT afirma que registrará candidatura de Lula
- Marina se lança, de novo, pré-candidata à Presidência
- A visão de um professor ,Partido Progressista em Goiás, a descida da base aliada
- Quero te ver ministro da Cultura , diz Bolsonaro sobre Frota
- Ministro do STF autoriza prisão domiciliar a Maluf
- Lula diz que não respeita decisão do TRF-4 e que quer ser candidato mais do que nunca
- A poucos dias de deixar a prefeitura, Doria diz que fez mais que Haddad
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.