CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Para Alexandre de Moraes, defesa de fechamento do STF é ‘absurdo atentado verbal’
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Incêndios se espalham na Califórnia e forçam milhares de evacuações
Data Publicação:29/07/2018
O governo federal dos Estados Unidos reforçou, neste sábado (28), a ajuda para a Califórnia com o envio de milhares de bombeiros para conter uma série de incêndios que deixaram seis mortos e destruíram milhares de imóveis.

O maior dos incêndios que ameaçam o estado quase duplicou em tamanho, enquanto outro obrigou milhares de pessoas a fugirem, e um terceiro forçou o fechamento parcial do popular Parque Nacional Yosemite.

Duas crianças e sua bisavó de 70 anos, Melody Bledsoe, morreram no incêndio conhecido como Carr, confirmaram seus familiares à imprensa.

As chamas também mataram dois bombeiros, disse o Serviço Florestal e de Proteção de Incêndios da Califórnia (Cal Fire), enquanto outro bombeiro faleceu no incêndio identificado como Fergunson.

Em uma declaração de emergência para a Califórnia, o presidente Donald Trump "ordenou ajuda federal para complementar os esforços de resposta estaduais, comunitários e locais, devido às condições de emergência que resultaram de um incêndio florestal que começou em 23 de julho", disse a Casa Branca.

A Agência Federal para o Manejo de Emergências "está autorizada a identificar, mobilizar e proporcionar, a seu critério, equipamentos e recursos necessários para aliviar os impactos da emergência", acrescentou.

- Milhares de evacuados -

Na sexta-feira, o governador californiano Jerry Brown pediu ajuda federal "para salvar vidas e proteger a propriedade", disse seu gabinete em uma nota.

Brown também pediu aviões militares, abrigos e água para 30.000 moradores evacuados no condado de Shasta, no norte-centro do estado, onde o Carr cresceu de maneira "incontrolável", segundo o comunicado.

Além disso, foi declarado estado de emergência em Shasta e ordenado às forças da Guarda Nacional que ajudassem os 3.400 bombeiros que já estavam tentando conter as chamas que destruíram 500 estruturas.

De acordo com os serviços de emergência da Califórnia (Cal OES), 63.000 hectares foram consumidos pelo fogo nos 14 incêndios registrados no estado, e cerca de 10.000 bombeiros foram mobilizados para combatê-los.

Desde segunda-feira, o incêndio "Carr", ao norte da cidade de Redding (norte da Califórnia), consumiu 32.700 hectares, destruiu 500 imóveis e danificou outros 75, indicou a Calfire neste sábado. Na quinta, dois bombeiros morreram nas tarefas de extinção das chamas e, na sexta à noite, o fogo havia arrasado 20.000 hectares.

No sul da Califórnia, "mais de 1.300 bombeiros lutam contra o fogo, que destruiu cinco mansões, e provocou o fechamento de estradas e a retirada de cerca de 7.000 pessoas", indicou o serviço florestal dos Estados Unidos.

As chamas deflagradas na quarta-feira no parque nacional de San Bernardino arrasaram com 5.300 hectares e, até agora, esse incêndio foi contido em apenas 17%, segundo um balanço de sábado, às 17h GMT (14h, horário de Brasília). Três bombeiros ficaram feridos, e o fogo ainda ameaça 4.900 prédios.

Pouco depois do início do incêndio, as autoridades prenderam Brandon McGlover, de 32 anos, suspeito de ser o responsável por nove incêndios no sudoeste do condado de Riverside. Na sexta de manhã, ele foi indiciado com 15 acusações de incêndio criminoso, mas se declarou inocente.

Mais ao norte, outro incêndio - chamado de "Ferguson" - continuou seu avanço perto do Parque nacional de Yosemite. O fogo levou ao fechamento de alguns setores do parque, incluindo o Vale de Yosemite, que deveria reabrir ao público em 3 de agosto.

O serviço de urgências do governo da Califórnia advertiu que "o risco de incêndio continua aumentando".

"Assegurem-se de que sua família e amigos estejam preparados para a evacuação", tuitou o órgão.

Segundo o Centro Nacional de Coordenação de Incêndios (NIFC, na sigla em inglês), neste sábado pela manhã, houve 36 grandes incêndios em todo país, os quais já haviam arrasado 93.000 hectares no território.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- China quer lançar até 2020 “lua artificial” para iluminação noturna
- Caçadores de nazistas: casal é condecorado pelo governo francês
- Paul Allen, cofundador da Microsoft, morre de câncer, diz família
- ONGs alertam que fome alcança níveis alarmantes em 60 países
- Óvnis são avistados por 6 aviões comerciais no norte do Chile
- Idosa de 96 anos tinha fortuna de centenas de milhões - e nem mesmo sua família sabia
- Anvisa suspende a fabricação e venda de cosméticos
- Tigre branco mata cuidador em zoológico no Japão
- Obra de arte vendida por US$ 1 milhão se autodestrói após a compra
- Preso por estupro, ex-campeão mundial de boxe paga fiança de R$ 400 mil
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.