CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUARTA-FEIRA, 16 DE JANEIRO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
IGH - GO divulga edital de novo Processo Seletivo com mais de 300 vagas disponíveis
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Garoto acorda do coma pouco antes de aparelhos serem desligados: Não há outra explicação que não seja Deus
Data Publicação:14/05/2018
Trenton McKinley, de 13 anos, sofreu um grave acidente há cerca de dois meses e recebeu um duro diagnóstico dos médicos: um trauma cerebral grave, sete fraturas no crânio. Diante disso, os pais decidiram doar seus órgãos, mas, contrariando todas as previsões, ele recuperou a consciência.

Segundo a “People”, Trenton estava na casa de um amigo, em um pequeno trailer puxado por um buggy infantil. O amigo parou repentinamente e o veículo tombou.

“Eu bati no concreto e o trailer caiu sobre a minha cabeça. Depois disso, não lembro de nada”, contou McKinley à emissora de TV americana Fox 10.

“Tudo o que vi foi uma maca com os pés para fora balançando. Ele ficou morto por cerca de 15 minutos. Quando o ressuscitaram, me disseram que ele nunca mais voltaria ao normal. Me disseram que os problemas de oxigenação seriam tão ruins para o cérebro que permaneceria como um vegetal se conseguisse sobreviver”, disse a mãe, Jennifer Reindl.

O menino permaneceu desacordado por todo o tempo, até que os pais assinaram a doação de seus órgãos após o aval dos médicos. Ele respirava com a ajuda de aparelhos e chegou a passar por três cirurgias, mas não havia reagido.

“Um homem responsável pela doação de órgãos veio e conversou com a gente sobre a doação de cinco órgãos para o hospital infantil, o que salvaria cinco crianças. Nós dissemos que sim”, disse a Jennifer à CBS News.

Mas, no mesmo dia, para surpresa de todos, o menino começou a mostrar novos sinais. No dia seguinte, quando estava agendado o teste final de ondas cerebrais para comprovação total da morte, os sinais vitais aumentaram.

“Não há outra explicação que não seja Deus. Não há outra. Inclusive os médicos disseram isso”, completou Reindl.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Observadores da ONU para cessar-fogo no Iêmen chegam a Hodeida em meio a novos confrontos
- Itamaraty não recebeu notícias de brasileiros vítimas de tsunami
- Trump rejeita acordo para evitar paralisação do governo
- Devedor pode ter passaporte e CNH bloqueados até quitar os débitos; entenda
- Goodyear fecha fábrica na Venezuela e paga funcionários com pneus
- Graças à sonda InSight, a humanidade agora pode ouvir os ventos de Marte
- Trump e Xi Jinping concluíram trégua comercial
- Novo protesto contra o governo mergulha França no caos
- EUA: seis pessoas sobrevivem a queda de elevador de 84 andares
- União Europeia aprova saída da Grã-Bretanha do bloco
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.