CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 21 DE OUTUBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Ciência do consumidor: quanto custa seu CPF?
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Pentágono afirma que atingiu com sucesso todos os alvos na Síria
Data Publicação:14/04/2018
Os ataques seletivos realizados por forças dos Estados Unidos, França e Grã-Bretanha na Síria conseguiram atingir os alvos que foram estabelecidos e atrasarão o programa sírio de armas químicas em anos, afirmou neste sábado o Pentágono.

"Nós atingimos com sucesso todos os alvos", disse a porta-voz do Pentágono, Dana White, contra-atacando a versão da Rússia de que dezenas de mísseis foram interceptados.

Para ela, os ataques foram "justificados, legítimos e proporcionais".

As operações militares foram uma reposta à alegada responsabilidade do governo da Síria pelo uso de armas químicas na semana passada na cidade de Duma, em Ghuta Oriental.

"Nós não buscamos um conflito na Síria, mas não podemos permitir violações tão graves da lei internacional", completou a porta-voz em uma entrevista coletiva.

O general Kenneth McKenzie, também presente na entrevista coletiva, afirmou que três locais que são "componentes fundamentais da infraestrutura de armas químicas do regime" foram atingidos

Ao ser questionado se as instalações serviam para produzir gás sarin ou cloro, McKenzie apenas comentou que se tratava "um pouco dos dois".

A operação foi "precisa, esmagadora e eficaz", completou o general, antes de afirmar que isto vai atrasar o programa sírio de armas químicas em "anos"

De acordo com o general McKenzie, as defesas antiaéreas da Rússia na Síria não foram utilizadas.

O exército russo afirmou neste sábado que o sistema antiaéreo da Síria interceptou 71 dos 103 mísseis de cruzeiro lançados pelos três países ocidentais.

McKenzie disse que os mísseis sírios de interceptação foram lançados quando os ataques dos três países ocidentais já haviam acabado.

O Pentágono justificou a decisão de não apresentar qualquer evidência da suposta responsabilidade síria em Duma, alegando que obteve esta certeza por meio de ações de inteligência e, portanto, a informação é confidencial.

"Isto está relacionado com a inteligência. Ficarei feliz de mostrar evidência quando eu puder. Mas temos muita confiança na decisão que tomamos", disse White.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- China quer lançar até 2020 “lua artificial” para iluminação noturna
- Caçadores de nazistas: casal é condecorado pelo governo francês
- Paul Allen, cofundador da Microsoft, morre de câncer, diz família
- ONGs alertam que fome alcança níveis alarmantes em 60 países
- Óvnis são avistados por 6 aviões comerciais no norte do Chile
- Idosa de 96 anos tinha fortuna de centenas de milhões - e nem mesmo sua família sabia
- Anvisa suspende a fabricação e venda de cosméticos
- Tigre branco mata cuidador em zoológico no Japão
- Obra de arte vendida por US$ 1 milhão se autodestrói após a compra
- Preso por estupro, ex-campeão mundial de boxe paga fiança de R$ 400 mil
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.