CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 20 DE MAIO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Três empresas são habilitadas para seguir na licitação das obras do Parque Serrinha, em Goiânia
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Tillerson elogia papel do grupo de Lima em crise na Venezuela
Data Publicação:09/02/2018
O secretário de Estado americano, Rex Tillerson, elogiou, nesta terça-feira (6), a liderança do Peru e o papel do grupo de Lima na busca por uma solução regional para a crise que afeta a Venezuela.

"Os Estados Unidos apreciam a liderança do Peru na região e, em particular, o papel muito importante desempenhado pelo grupo de Lima ante a terrível destruição dos processos democráticos na Venezuela", disse Tillerson à imprensa após uma reunião a portas fechadas com o presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski.

O chefe da diplomacia americana destacou que teve "uma troca muito boa acerca do que podemos fazer para que a Venezuela volta à sua Constituição legal" com o mandatário peruano.

A cúpula das Américas, que o Peru organiza para 13 e 14 de abril em Lima, na qual podem estar presentes os presidentes Donald Trump e Nicolás Maduro, também foi um dos assuntos da conversa.

"Acho que a agenda sobre corrupção e bom governo será útil", acrescentou Tillerson.

O tema central da cúpula é a governabilidade democrática frente à corrupção.

Kuczynski, que motivou a criação do grupo de Lima em 2017, indicou que o coletivo "está pronto para se pronunciar sobre as eleições na Venezuela", que Caracas convocou antecipadamente para antes de 30 de abril.

"Certamente achamos que é preciso fortalecer a ajuda humanitária à Venezuela, porque de outra forma teremos um país com gravíssimos no meio desta região pujante", disse o presidente peruano.

Tillerson e Kuczynski discutiram por cerca de uma hora no último dia da visita do secretário do Estado ao Peru.

O "grupo de Lima" é integrado por 12 países americanos, que analisam a crise econômica e social na Venezuela.

Tillerson viajou a Bogotá nesta manhã, para a próxima etapa de sua viagem pela região, que inclui México, Argentina, Peru, Colômbia e Jamaica.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Remédios em falta e crianças sem tratamento expõem crise da saúde na Venezuela
- OMS anuncia primeiro caso de ebola em zona urbana na RDCongo
- Coreia do Norte ameaça cancelar cúpula entre Kim e Trump
- Copiloto é sugado para fora de avião chinês após para-brisa se romper em pleno voo
- EUA acreditam em acordo de paz após mudança de embaixada para Jerusalém
- EUA querem trabalhar com europeus em novo acordo sobre Irã, diz Pompeo
- Garoto acorda do coma pouco antes de aparelhos serem desligados: Não há outra explicação que não seja Deus
- Atentados em igrejas deixam 9 mortos e ao menos 40 feridos na Indonésia
- Irã faz giro diplomático para salvar acordo nuclear
- Israel fecha único ponto de entrada de mercadorias a Gaza
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.