CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
TCU vê indícios de lavagem de dinheiro em financiamento do BB para Val Marchiori
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Trump critica China por supostas vendas de petróleo à Coreia do Norte
Data Publicação:30/12/2017
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou nesta quinta-feira a China por supostamente ter vendido petróleo à Coreia do Norte, descumprindo as sanções impostas pela ONU ao regime de Pyongyang para conter seu programa nuclear.

"Pegos com a mão na massa - muito decepcionado que a China esteja permitindo que entre petróleo na Coreia o Norte. Nunca haverá uma solução amistosa para o problema da Coreia do Norte se isso continuar acontecendo", disse Trump em sua conta no Twitter.

Aparentemente, o presidente americano se referiu a uma informação publicada na última terça-feira pelo jornal sul-coreano "The Chosun Ilbo", que afirmava que satélites dos EUA detectaram no mar Amarelo navios chineses vendendo petróleo a navios norte-coreanos em 20 ocasiões desde outubro.

A ONU endureceu na semana passada suas sanções contra o regime de Pyongyang, limitando ainda mais seu acesso a produtos petroleiros, vetando suas exportações em vários setores e forçando o retorno ao país de cidadãos que trabalham fora.

As medidas foram uma reação ao lançamento no final de novembro de um míssil balístico de longo alcance, um tipo de projétil que seria capaz de atingir qualquer ponto do território continental dos EUA.

A China, principal parceiro comercial da Coreia do Norte, negou ter feito qualquer venda de petróleo ao regime de Pyongyang que violasse as sanções das Nações Unidas


Fonte:AFE



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- SpaceX escolhe a primeira pessoa a dar uma volta ao redor da Lua com o BFR
- Observatório próximo a base Roswell é interditado sob circunstâncias misteriosas
- Ex-assessor de Trump é condenado a 14 dias de prisão por mentir sobre Rússia
- Bispos suíços se comprometem a obrigar denúncias de abusos sexuais contra adultos
- Temor generalizado de massacre em eventual ofensiva síria em Idlib
- Mistério: nuvem matou milhares de pessoas e animais em Camarões
- Asteroide passará bem perto da Terra amanhã; saiba mais sobre ele
- Aos 10 anos, ela foi obrigada a se casar com o próprio estuprador
- Indonésio paga à ex-esposa mais de US$ 10.000 em... moedas
- Estagiária perde vaga na Nasa depois de publicação no Twitter
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.