CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 25 DE MARÇO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
Supremo sinaliza maior correção para precatórios
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Problema causa suspensão da emissão de visto norte-americano
Data Publicação:31/07/2014
Um problema no sistema norte-americano de emissão de vistos, em Washington, causou a suspensão da emissão do documento em todo o mundo. Diante do problema, que ainda não teve a causa identificada nem prazo para a normalização, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil recomenda que pessoas sem visto e com viagem marcada para as próximas duas semanas adiem a partida.

À Agência Brasil, a embaixada norte-americana em Brasília informou que a emissão dos vistos está sendo processada “mais devagar”. Até o dia 14, mais de meio milhão de vistos norte-americanos foram emitidos pela Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil, em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e no Recife. O número é 4% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Uma nota do Bureau de Assuntos Consulares do Departamento de Estado Norte-americano informou que o problema surgiu após um procedimento de atualização do software, no último dia 20, para melhorar o desempenho do sistema. “Prevemos que vai levar semanas para retomar a capacidade de processamento de vistos completo”, diz trecho do documento.

O Departamento de Estado lamentou o problema, mas informou que não haverá reembolso para aqueles que foram prejudicados, em especial, estudantes de outros países.

“Lamentamos sinceramente qualquer atraso, inconveniência ou despesa que os candidatos tenham pode ter incorrido. Embora possa ser de pouco consolo para aqueles que experimentaram dificuldades, temos sempre muito cuidado para dizer que os viajantes não façam planos de viagem até fazer o visto estar em mãos. Mesmo quando o CCD [Centro Consular de Dados] está funcionando normalmente, pode haver atrasos nos vistos de impressão. O departamento não tem a autoridade para reembolsar os candidatos”, explica a nota.


Compartilhe



Fonte:ag brasil



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Trump anula sanções contra Pyongyang por apreço a Kim Jong Un
- Guaidó chega a Bogotá para aumentar pressão contra Maduro na Venezuela
- Observadores da ONU para cessar-fogo no Iêmen chegam a Hodeida em meio a novos confrontos
- Itamaraty não recebeu notícias de brasileiros vítimas de tsunami
- Trump rejeita acordo para evitar paralisação do governo
- Devedor pode ter passaporte e CNH bloqueados até quitar os débitos; entenda
- Goodyear fecha fábrica na Venezuela e paga funcionários com pneus
- Graças à sonda InSight, a humanidade agora pode ouvir os ventos de Marte
- Trump e Xi Jinping concluíram trégua comercial
- Novo protesto contra o governo mergulha França no caos
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.