CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 25 DE MAIO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
Kings Sneakers apresenta coleção outono/inverno 2019
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Universal cancela show após denúncias de homofobia
Data Publicação:25/10/2013

A Universal Studios decidiu cancelar um show especial de Halloween após receber denúncias de que o programa incentivava a homofobia ao retratar o Super-Homem se tornando gay após ser atingindo por um pó mágico.

O programa especial é exibido no Universal Studios, em Los Angeles, e é baseado nos personagens Bill e Ted, vividos por Alex Winter e Keanu Reeves no filme de 1989 "Bill e Ted: Uma Aventura Fantástica"

O programa recebeu críticas de organizações como a Aliança de Gays e Lésbicas Contra a Difamação (GLAAD, na sigla em inglês). Jamie Lee Curtis Taete, blogueiro da Vice, atraiu atenção para o show com uma crítica contundente. Ele começa afirmando que história gira em torno de circunstâncias bizarras e que Bill e Ted acabam ficando perdidos na Terra de Oz e precisam matar quatro bruxas para voltar para casa.

"O Super-Homem se junta a Bill e Ted para matar as bruxas, e Bill e Ted ficam animados com isso, porque ele é o Super-Homem e ele é muito útil para ter ao seu lado em uma batalha contra bruxas do mal. Mas então, uma bruxa acidentalmente derruba um pó mágico nele, tornando-o gay", escreveu. "Após se tornar gay, a voz e postura do Super-Homem mudam.

Seus lábios se contraem, seus polegares apontam para si, e seus pulsos amolecem. Sua nova voz se parece um homofóbico imitando Richard Simmons, com o frequente uso da palavra "Faaabuloso""

"Bill e Ted, então, ficam decepcionados. Seu ânimo inicial por terem o Super-Homem ao seu lado se torna decepção, porque, obviamente, agora que ele é gay, não será de qualquer utilidade a eles. Então, o Super-Homem agora manda beijos para Bill e Ted, dá tapa em seus traseiros. E, conforme faz isso, Bill e Ted dizem "Ah, cara!", com vozes de nojo."

"Após algumas tentativas a mais de molestar Bill e Ted, o Super-Homem acaba a bordo da Starship Enterprise, onde ele encontra o vilão General Zod, que diz ao Super-Homem para ficar de joelhos. Como ele é gay agora, ele presume que isso é um convite para fazer sexo oral. "Finalmente!", ele diz."

O parque divulgou um comunicado dizendo que "após considerações, o Universal Studios Hollywood tomou a decisão de descontinuar a produção do show "Bill e Ted Noites de Horror de Halloween"".




Fonte:folhapress



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Trump anula sanções contra Pyongyang por apreço a Kim Jong Un
- Guaidó chega a Bogotá para aumentar pressão contra Maduro na Venezuela
- Observadores da ONU para cessar-fogo no Iêmen chegam a Hodeida em meio a novos confrontos
- Itamaraty não recebeu notícias de brasileiros vítimas de tsunami
- Trump rejeita acordo para evitar paralisação do governo
- Devedor pode ter passaporte e CNH bloqueados até quitar os débitos; entenda
- Goodyear fecha fábrica na Venezuela e paga funcionários com pneus
- Graças à sonda InSight, a humanidade agora pode ouvir os ventos de Marte
- Trump e Xi Jinping concluíram trégua comercial
- Novo protesto contra o governo mergulha França no caos
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.