CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 22 DE SETEMBRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Coach de alta performance emocional oferece “Semana da Transformação”
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / América do Sul
  América do Sul
 
Grupo armado assalta quartel boliviano na fronteira com Brasil
Data Publicação:20/06/2018
As autoridades bolivianas confirmaram neste domingo o assalto a um quartel na região de fronteira com o Brasil, em uma ação protagonizada por brasileiros e que roubou diversas armas.

"Um grupo armado, supostamente integrado por indivíduos brasileiros e bolivianos, procedeu ao roubo de armamento da unidade de Puerto Bruno Racua, em Porvenir, localidade na fronteira com a República Federativa do Brasil", informou o ministério boliviano da Defesa.

O roubo incluiu "9 fuzis AK, 11 carregadores e 5 pistolas", revela o comunicado, acrescentando que "um sargento em serviço ficou ferido por arma de fogo" e está sob cuidados médicos.

A Polícia boliviana enviou à região um grupo de agentes para procurar os assaltantes e reforçar a segurança.

"A partir de La Paz enviamos um contingente policial com armas longas para reforçar a segurança em Porvenir e Cobija, e grupos de elite intensificaram as patrulhas e trabalhos de inteligência para localizar estas pessoas", explicou o subcomandante-geral Agustín Moreno.

Segundo o site RC Notícias, ao menos "dois brasileiros" participaram do assalto e "uma moto com placa do Brasil foi apreendida em Villa Busch".

Na quarta-feira passada, as autoridades bolivianas enviaram uma equipe das forças de elite à fronteira com o Brasil após um ataque a uma delegacia da polícia civil na cidade brasileira de Epitaciolândia (limítrofe com a Bolívia), de onde foram levadas 30 armas e 2.000 munições.

Bolívia e Brasil compartilham uma fronteira de 3.400 quilômetros, cenário de tráfico de armas, droga, madeira, pedras semipreciosas, fauna e automóveis roubados.

No último ano, a polícia boliviana identificou a presença de membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) e do Comando Vermelho (CV) na região.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Corrupção, uma praga que corrói a democracias das Américas
- Prefeito é amarrado em poste por não cumprir suas promessas
- Desnutrição atinge até 70% das crianças na Venezuela, diz relatório
- EUA se aproximam de decisão sobre sancionar petróleo da Venezuela, diz Tillerson
- Maduro pede que CNE e Constituinte fixem data de eleições presidenciais
- Embaixador dos EUA no Panamá deixa cargo por discordar de Trump, diz emissor
- Governo e oposição venezuelana iniciam diálogo na busca de um acordo
- Brasil poderá perder até US$ 5 bilhões com calotes de Caracas
- Argentina designa bancos para emissão de bônus por até US$ 12,5 bilhões
- Bolívia denuncia complô de EUA contra Morales e negócios chineses na região
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.