CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
QUINTA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
Seul propõe a Pyongyang nova reunião para conversar sobre Jogos de Inverno
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / América do Sul
  América do Sul
 
Venezuela: emergência permite a governo se apropriar de bens do setor privado
Data Publicação:15/01/2016
O governo venezuelano decretou que poderá dispor de bens do setor privado para garantir o abastecimento de produtos básicos, em grave escassez, segundo um decreto de emergência econômica anunciado nesta sexta-feira.

As medidas - que estabelecem limites para a entrada e a saída de moeda local em espécie - se justificam em uma "guerra econômica" que, segundo o governo, afeta o acesso a bens e serviços para gerar mal-estar e romper o "fio constitucional". Estas são as principais resoluções do decreto, que permanecerá em vigor por 60 dias e que, segundo o presidente Nicolás Maduro também visa a "contrabalançar as consequências da guerra de preços petroleiros": - O governo poderá requerer de donos de meios de transporte, canais de distribuição, matadouros e demais estabelecimentos os bens e mercadorias "necessários para garantir o abastecimento" de produtos de primeira necessidade, cuja escassez, segundo consultorias privadas, é de dois terços.

O decreto não informa se o Executivo pagará por este uso.

- O governo, em coordenação com o Banco Central, poderá fixar "limites máximos de entrada e saída" de bolívares (moeda local) em espécie, assim como restrições de operações e transações comerciais e financeiras, e restringi-las ao uso de meios eletrônicos. As autoridades denunciaram operações especulativas para "atacar" o bolívar na fronteira com a Colômbia - fechada desde agosto -, em um contexto de inflação alta (108,7% entre janeiro e setembro de 2015) e de desvalorização acelerada, com o qual o dólar paralelo é cotado 125 vezes acima do que a menor taxa oficial.

Sendo assim, contrabandistas têm ao seu serviço dezenas de pessoas para comprar produtos altamente subsidiados e vendê-los muito mais caros no país vizinho. Esta elevada demanda fez com que os bancos limitassem em certas ocasiões saques das contas. - Também eximirá dos trâmites cambiários legais entidades públicas e privadas para agilizar a importação de bens e insumos "indispensáveis para o abastecimento".

A Venezuela enfrenta uma seca de dólares diante da derrubada dos preços do petróleo, com o qual obtém 96% de suas divisas, devido ao qual acumula dívidas comerciais de 12,5 bilhões de dólares.
- O decreto acrescenta que o presidente "poderá determinar outras medidas de ordem social, econômica ou política que considere conveniente".


Fonte:AFP



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Embaixador dos EUA no Panamá deixa cargo por discordar de Trump, diz emissor
- Governo e oposição venezuelana iniciam diálogo na busca de um acordo
- Brasil poderá perder até US$ 5 bilhões com calotes de Caracas
- Argentina designa bancos para emissão de bônus por até US$ 12,5 bilhões
- Bolívia denuncia complô de EUA contra Morales e negócios chineses na região
- Venezuela: emergência permite a governo se apropriar de bens do setor privado
- Bomba: ministro venezuelano que veio ao Brasil armado treina exército cubano de 20 mil homens
- Jornalista que noticiou morte de promotor na Argentina se refugia em Israel
- Paraguai elogia apoio do Brasil após libertação de jovem sequestrado
- FARC dizem a militares colombianos que 2015 "será decisivo para a paz"
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.