CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 20 DE MAIO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
Kings Sneakers apresenta coleção outono/inverno 2019
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Entretenimento
  Entretenimento
 
O choro do MBL contra o Facebook mostra como na prática a teoria é outra
Data Publicação:27/07/2018
No livro Capitalism and Freedom, Milton Friedman, uma espécie de sumo-pontífice do neoliberalismo, defende que o Estado não deve interferir de maneira alguma nos negócios privados. Na obra, Friedman afirma que o contratante tem o direito de adotar abertamente critérios discriminatórios de raça, gênero, classe e religião na hora de contratar. “Vagas só para brancos” ou “não se aceitam muçulmanos“, por exemplo. Pensar de modo contrário significa defender uma indevida “interferência na liberdade dos indivíduos de assinar contratos voluntários entre si“.

A lógica se aplica também à regulação na prestação de serviços (se eu quiser me cirurgiar com um açougueiro, por exemplo, o Estado não pode exigir dele um diploma, uma licença ou uma capacitação especializada para o exercício da profissão). Nesses casos, a solução de controle que Friedman oferece é a dos serviços particulares de aprovação – as estrelinhas do Uber e as reclamações no Reclame Aqui, por exemplo.

Apesar da proeminência de Friedman nos meios liberais – seus acólitos da Escola de Chicago ganharam destaque internacional ao aplicar, com uma admirável coerência, as teorias de liberdade econômica de seu mentor meio à brutal ditadura de Pinochet –, parece faltar a muitos dos que se dizem adeptos do liberalismo uma apropriação mínima de suas teses.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Confira o lançamento de Paulinho Rahs!
- XFour apresenta Don’t Leave Me This Way, lançada em meados de dezembro
- Câmera encontra barata em receita de Ana Maria Braga no Mais Você
- Na praia ou na piscina: Carla Perez ensina poses para fotos de verão
- Após processar Eduardo Costa, Fernanda Lima diz que desculpas não reparam o mal
- Ana Hickmann diz que está sendo perseguida por uma mulher
- Desmitificando a teoria conspiratória sobre a farsa do pouso do homem na Lua
- Meghan Markle quebra protocolo ao pintar unhas
- Susana Vieira diz ter feito sexo dentro de avião com desconhecido
- Alexandra Jackson lança vídeo de canção de Milton Nascimento
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.