CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEGUNDA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
ULTIMA NOTÍCIA:
Em convenção, Alckmin é eleito presidente do PSDB e partido polariza com Lula em 2018
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Meio Ambiente
  Meio Ambiente
 
A lama da barragem de Fundão devastou distritos de Mariana, como o de Bento Rodrigues
Data Publicação:09/06/2016
Sete meses após o desastre da barragem da mineradora Samarco, em Mariana (MG), a Polícia Federal indiciou oito pessoas e três empresas no inquérito que apurou os crimes contra o meio ambiente e danos ao patrimônio histórico decorrentes da tragédia. As empresas citadas no inquérito são a Vale, a Samarco e a VogBR.

As investigações ficaram paradas por dois meses, aguardando a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça), sobre a competência para julgar o caso, e que acabou determinando a competência federal para julgamento do caso.

A Polícia Federal, na conclusão do inquérito, apontou diversos fatores como causa do rompimento da barragem, entre eles falta de drenagem de água, falha no monitoramento da estrutura, equipamentos com defeito e elevada saturação dos rejeitos de minério. Ainda de acordo com a PF, a barragem da Samarco não tinha responsável técnico desde 2012.

De acordo com a PF, não foi feito pedido de prisão preventiva de nenhum dos suspeitos porque a corporação entendeu que eles não oferecem risco de fuga, compareceram a todas convocações dos investigadores e apresentaram documentos sempre que foram requisitados.

De acordo com o inquérito da PF, foram devastados 1.176,44 hectares de mata, sendo 774,23 hectares de áreas de preservação permanente.

A barragem de Fundão se rompeu em 5 de novembro do ano passado, deixou 19 mortos, um deles ainda desaparecido, e destruiu distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, e afetando Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu e Pedras, além das cidades de Barra Longa e Rio Doce. A lama também atingiu 40 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Repúdio

Por meio de nota, a Vale disse nesta quinta-feira (9) que "repudia, com veemência, o indiciamento" de seu funcionário no inquérito. "(A Vale) jamais teve qualquer responsabilidade pela gestão da Barragem de Fundão", afirmou a companhia.

"Mais uma vez, a empresa reforça a informação de que, na média dos últimos três anos, destinou aproximadamente 5% do volume total de rejeitos depositados pela Samarco na Barragem de Fundão, no mesmo período. Antes deste período, a barragem não tinha sequer atingido 50% de sua capacidade total. Além disso, nunca houve variação significativa, em tonelagem, do volume de rejeitos enviado pela Vale à Samarco", prossegue a nota oficial da empresa.

Também por meio de nota, a Samarco informou que só teve acesso às conclusões do inquérito da PF pela imprensa, nesta quinta-feira (9). A companhia ainda informou que "sempre operou com altos padrões de segurança em todos os seus processos e mantém todos os seus monitoramentos em linha com as exigências legais e com as melhores práticas do mercado internacional de mineração".

A VogBR disse que os advogados da empresa ainda não tiveram acesso ao inquérito e, por isso, não comentaria o indiciamento.


Fonte:uol.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- A lama da barragem de Fundão devastou distritos de Mariana, como o de Bento Rodrigues
- Aquecimento global deve aumentar provocando muitas mortes
- Peru cria Parque Nacional em região amazônica para proteger meio ambiente
- América Latina se compromete a reflorestar 20 milhões de hectares
- Fundo Verde da ONU arrecada mais de US$ 9 bi
- Dia Mundial do Meio Ambiente será lançado pela ONU na Mongólia
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.